Já se foi o tempo em que os profissionais buscavam apenas bons salários e estabilidade. Esse era o perfil da geração X. Hoje, para as gerações Y e Z, a qualidade de vida se torna um fator tão importante quanto os outros quando o assunto é a escolha da empresa onde vão trabalhar. Por isso, as organizações devem, a todo custo, melhorar o ambiente de trabalho e buscar por estratégias inteligentes para que os profissionais se sintam “em casa”.

Com determinadas estratégias e ações, é possível melhorar não só a qualidade de vida no trabalho, mas também reforçar o motivacional, dois pontos que geram impactos positivos na produtividade e na diminuição da rotatividade em uma empresa. Para ajudar nossos leitores, resolvemos trazer, nesse post, algumas dicas para que você conquiste esse feito. Confira logo a seguir!

Ofereça a cesta básica

A alimentação está intimamente ligada à qualidade de vida. Por isso, é papel do empregador garantir que os seus colaboradores tenham todos os alimentos necessários para aguentar a rotina do dia a dia. Uma boa forma de se fazer isso é oferecer cesta básica para todos os colaboradores da empresa.

Os benefícios são inúmeros. Em primeiro lugar, a quantidade de alimentos em uma cesta básica costuma sair muito mais caro em um supermercado, o que é uma economia para o trabalhador. Além disso, os alimentos presentes garantem todos os nutrientes necessários para uma rotina saudável. Por fim, é claro, essa é uma solução muito prática.

Estimule o uso da bicicleta

Exercício físico também é outro ponto importante para a manutenção da qualidade de vida. Do caminho de casa até o trabalho, utilizar a bicicleta pode ser uma excelente atividade física para melhorar o condicionamento físico. Fornecer bicicletários, por exemplo, pode ser uma forma de estimular a prática.

Além disso, é claro, existem outros exercícios laborais que podem ser realizados no próprio ambiente de trabalho com o auxílio de profissionais de educação física. O importante é se exercitar.

Aposte no home office

Sim, em muitas empresas, é inviável permitir ao empregado a possibilidade de trabalhar em casa. No entanto, se esse não for o caso, vale a pena tentar. Em casa, o profissional tem mais liberdade, pode cuidar melhor das questões pessoais, entre outros benefícios. Certamente, é uma boa forma para promover a melhoria da qualidade de vida.

Para o empregador, também existem benefícios ao adotar essa prática, afinal, é possível reduzir bastante os custos internos, como os aluguéis, a energia elétrica, entre outros.

Flexibilize os horários

Mesmo se o home office não for uma opção para o seu negócio, a flexibilização de horários pode ser uma ótima alternativa. Os colaboradores têm ritmos diferentes de vida e, por esse motivo, nem todos conseguem garantir a mesma produtividade trabalhando no mesmo horário. Além disso, questões pessoais (como participar de um evento escolar dos filhos) também devem ser consideradas.

A flexibilização de horários, portanto, é muito importante para garantir a qualidade de vida no trabalho, por isso, verifique a possibilidade de oferecer escalas personalizadas!

Outra forma para melhorar o clima organizacional é a oferta de planos de benefícios para o seu time. Clique aqui e confira o material que preparamos sobre o assunto!

Renato XavierPublicado Por:
Renato Xavier- Diretor de Operações e Marketing