O tempo cinza e uma tarde chuvosa parecem ser uma receita certeira para a diminuição da produtividade da sua equipe. Mas não é somente nesse cenário que essa baixa na produtividade pode acontecer: de acordo com um estudo publicado pela Oficina Internacional do Trabalho (OIT), a má alimentação causa até 20% de perda na produtividade no trabalho, que pode se transformar em atraso nos prazos, multas, clientes insatisfeitos, entre outros.

Tem dias que é difícil mesmo se concentrar, mas neste artigo, mostraremos que existem alimentos capazes de melhorar a saúde do cérebro e, consequentemente, aumentar a produtividade no trabalho, o que pode ser um ótimo aliado para você e sua equipe! Vamos conhecê-los?

1. Chocolate

Por conta das substâncias presentes na sua composição — como magnésio, cobre, manganês, os aminoácidos tirosina e triptofano, flavonoides, entre outros —, esse é um alimento que gera múltiplos benefícios quando o assunto é produtividade e raciocínio. Não é à toa que o chocolate é um dos mais consumidos durante vestibulares, concursos e provas do gênero.

Como benefícios podemos citar:

  • É uma excelente fonte de energia rápida;

  • Seu sabor causa sensação de prazer imediata;

  • Auxilia na produção de dopamina — um neurotransmissor que, quando está em falta no organismo, ocasiona a perda de concentração, atrapalha a memória, causa insônia e sensação de “desprazer”;

  • Auxilia na produção de endorfina — um neurotransmissor com ação analgésica e responsável pela sensação de euforia e prazer;

  • Ajuda na produção de serotonina — neurotransmissor capaz de regular o sono, o apetite e responsável pelo bom-humor e pela sensação de bem-estar.

Pesquisas apontam que o consumo regular desse alimento pode diminuir a ocorrência de derrames. Os chocolates com maior concentração de cacau são os ideais, e o consumo deve ser controlado, pois o produto possui grandes quantidades de açúcar, que em excesso no organismo, pode ocasionar efeitos contrários aos desejados.

2. Peixe

Rico em ômega-3 e fonte de vitaminas do complexo B, proteínas, ferro, fósforo, selênio, zinco e outras substâncias, o peixe é um alimento importante para o bom funcionamento do cérebro e para o aumento da produtividade no trabalho. Os tipos ideais para consumo são: atum, arenque, salmão, entre outros. Seus benefícios são:

  • Melhoria na memória, no raciocínio e na concentração;

  • Diminuição da sensação de cansaço e a ansiedade;

  • Fortalecimento do cérebro;

  • Ação anti-inflamatória;

  • Promoção da comunicação entre as células do nosso sistema nervoso, otimizando esse sistema como um todo e tornando-o mais funcional e produtivo.

3. Banana

Essa fruta possui vitaminas A, C e D, ferro, potássio, cálcio, magnésio e outros elementos. Além disso, a banana é muito benéfica ao organismo, pois ajuda a fortalecer os ossos, contribui para a digestão, devido à grande quantidade de fibras, protege a visão, auxilia no controle da pressão arterial e ainda apresenta benefícios para o cérebro, como:

  • Melhoria na memória, na atenção e na percepção;

  • Proteção do cérebro contra o envelhecimento;

  • Melhoria do humor e do equilíbrio;

  • Fornecimento de energia e eletrólitos para o cérebro;

  • Redução das chances de anemia, que gera cansaço, desânimo e redução na produtividade;

  • Redução de cãibras e dores musculares, que podem ser sintomas de ansiedade e estresse.

4. Café

O café é bastante conhecido quando o assunto é produtividade — principalmente quando precisamos nos manter acordados, já que esse é um dos efeitos da cafeína no organismo. Mas seus benefícios vão além disso. Rico em antioxidantes e aminoácidos, o café ajuda a:

  • Melhorar a memória;

  • Aumentar a capacidade de se manter acordado e focado;

  • Estimular o sistema nervoso central;

  • Aumentar da disposição física e diminuir o sono.

5. Ovos

O ovo possui vitaminas A, B3, B6, B12 e C, D e ainda é composto por ferro, cálcio, magnésio, riboflavina e colina. Além disso, esse alimento fornece benefícios múltiplos ao organismo quando falamos em produtividade. Os benefícios são:

  • Combate ao cansaço;

  • Auxílio na formação dos neurônios e reparação das células cerebrais.

  • Construção de novas células cerebrais e reparação daquelas já lesadas;

  • Melhora a memorização;

  • Protege a visão.

6. Vegetais verde-escuro

Os vegetais da cor verde-escuro, principalmente os folhosos, são alimentos completos que apresentam inúmeros benefícios ao organismo, como prevenção de doenças, fortalecimento do sistema imunológico, regularização do sistema digestivo, entre outros. Bons exemplos desses alimentos são: alface, agrião, chicória, couve, espinafre, rúcula, entre outros.

Na composição desses alimentos, encontramos: vitaminas A, C, D K, vitaminas do complexo B, além de cálcio, ferro, fósforo, magnésio, potássio, selênio, zinco, entre outros. Os benefícios em relação à produtividade são:

  • Auxílio na formação de neurotransmissores, ocasionando melhoria na concentração e produtividade;

  • Prevenção do envelhecimento cerebral;

  • Aumento da capacidade de aprendizagem;

  • Estímulo da memória;

  • Redução das toxinas que danificam as células;

  • Dilatação dos vasos sanguíneos, facilitando o bombeamento do sangue por todo o corpo.

7. Frutas vermelhas

Essas deliciosas frutas possuem vitaminas A, B, C e D, são fontes de cálcio, ferro, magnésio, possuem pigmentos antioxidantes e são ricas em flavonoides. Bons exemplos são: morango, cereja, framboesa, amora, pitanga, melancia e tomate. Como benefícios, podemos citar:

  • Combate aos radicais livres;

  • Estímulo à memória, concentração e coordenação motora;

  • Atuação como agentes anti-inflamatórios naturais;

  • Auxílio na redução do inchaço causado pela retenção de líquido;

  • Redução na sensação de fadiga, cansaço e estresse;

  • Aceleração do metabolismo.

8. Oleaginosas

Castanhas, nozes, amêndoas, avelãs, pistache e macadâmia: essas pequenas delícias são fontes de vitaminas do complexo B, E, cálcio, magnésio, selênio e também são ricas em antioxidantes. Por isso, apresentam múltiplos benefícios ao organismo também, como:

  • Regulação da transmissão entre os neurônios;

  • Melhoria da memória e do aprendizado;

  • Aumento da atenção;

  • Combate dos efeitos do envelhecimento no cérebro.

Esses alimentos são facilmente encontrados no mercado brasileiro. A inclusão deles na alimentação diária é capaz de aumentar a produtividade no trabalho e, principalmente, melhorar a saúde, pois auxiliam no bom funcionamento geral do nosso organismo. Tudo isso pode diminuir as faltas no trabalho.

Uma boa alimentação é a chave para uma vida saudável! Você gostou das nossas dicas sobre os alimentos que aumentam a produtividade no trabalho? Então aproveite esse conhecimento, confira este outro artigo e saiba como montar uma cesta básica ideal para os seus colaboradores!

Publicado Por:
Vinicius Dias –  Marketing Digital