Atualmente, é muito comum encontrarmos até quatro gerações trabalhando juntas em um mesmo ambiente de trabalho. São classificadas no meio corporativo como veteranos, baby boomers, X e Y.

Mas será que essa mistura dá certo ou existe algum tipo de conflito entre elas? Afinal, são pessoas que nasceram em épocas distintas, com valores e formas de comunicação diferentes.

De fato, existem problemas e conflitos, e eles são naturais — principalmente quando misturamos pessoas de faixas etárias diferentes. No entanto, é de responsabilidade dos gestores promover práticas para que esse convívio seja saudável e para que a produtividade da empresa não seja abalada por isso.

Acompanhe o que um bom gestor deve fazer para tornar esse contato o mais pacífico possível!

Diversifique os meios de comunicação

Promover meios de comunicação que atendam às várias gerações presentes no ambiente de trabalho vai satisfazer a cada uma delas sem causar desconforto para nenhuma das partes.

Por isso, uma boa ideia é disponibilizar ferramentas de texto diversificadas, como mensagens instantâneas e e-mails, para que todos se sintam contemplados.

Combine formalidade com informalidade

Há algum tempo, os ambientes corporativos eram excessivamente formais. Nos dias atuais, vemos uma mudança considerável nesse panorama.

Os mais jovens tendem a tratar algumas questões profissionais com uma certa informalidade. Isso pode causar estranheza aos mais velhos e divergências no ambiente de trabalho, visto que essa geração tende a ser mais formal nas suas relações com clientes e público.

Cabe ao gestor refletir sobre o assunto com os colaboradores e, juntos, estabelecerem regras para que todos procedam da mesma forma, de modo que a comunicação com clientes, público e colegas de trabalho seja confortável para todos.

Conheça as diferentes motivações

O gestor deve conhecer os diferentes tipos de motivações que envolvem seu ambiente de trabalho. Os mais velhos podem se motivar pelo próprio trabalho, enquanto os mais jovens tendem a encontrar motivação em outros fatores, como reconhecimento, experiência e crescimento profissional. Essas divergências podem gerar mal-entendidos e conflitos.

A solução está na habilidade do gestor em, por meio de conversas, fazer com que todos entendam a importância do reconhecimento de cada um dos colaboradores e seus talentos — cada qual na sua área específica.

Tenha cuidado com os egos no ambiente de trabalho

Egos de ambas as partes não são saudáveis, visto que, de um lado, a experiência será enaltecida, e, do outro, a modernidade com novas ideias e novas estratégias de trabalho. O ideal é que o gestor fique atento e evite que o ego e o sentimento de superioridade tomem conta do ambiente.

Ofereça um ambiente amistoso e benefícios

Um bom gestor vai fazer tudo para que o convívio entre essas diferentes gerações não seja um problema para a empresa. É possível que todos convivam, se houver respeito, na mais perfeita paz.

Na verdade, empresas bem administradas sabem como agradar e fazer com que seus funcionários se sintam bem e valorizados. Um bom exemplo disso é se preocuparem em oferecer bons benefícios a seus colaboradores, como plano de saúde, plano dentário, cesta básica, entre outros.

E você, gostou de nosso post sobre diferentes gerações no ambiente de trabalho? Então compartilhe esse texto nas suas redes sociais e deixe seus amigos a par desse assunto tão relevante!

Renato XavierPublicado Por:
Renato Xavier- Diretor de Operações e Marketing