O Natal é uma excelente oportunidade para estreitar o relacionamento com o colaborador, fazendo-o se sentir valorizado pela organização. Os brindes de final de ano devem ser carregados de cuidado e respeito, por isso, sua escolha deve ser feita com cautela.

Uma bela cesta de Natal ou um vale presente podem ser boas opções, mas qual delas você deveria escolher?

Separamos neste artigo as vantagens de cada um desses presentes. Acompanhe!

Cesta de Natal ou vale presente?

As duas escolhas já trazem um agradecimento para o profissional que está dia a dia colaborando para o crescimento da empresa. Mas existem momentos em que uma escolha é mais adequada que a outra. Desta forma, observe qual desses aspectos a sua empresa valoriza na hora de presentear.

Personalização

Um bom presente deve ser personalizado e nisso, a cesta natalina sai na frente! Existem no mercado vários modelos que podem variar de acordo com o perfil do funcionário e da própria empresa. Também há a possibilidade de usar cestas temáticas e decoradas, que tornam o brinde ainda mais atrativo.

Além disso, é possível escolher os itens que farão parte do presente, tornando-o ainda mais pessoal.

Custo

Com ambas as opções é possível definir um limite de gasto com cada funcionário. Enquanto no vale-presente o limite é conhecido pelo trabalhador, com a cesta natalina é possível reduzir os custos sem diminuir o valor simbólico que ele terá.

Existem cestas natalinas para pequenos e grandes orçamentos, sem que isso signifique uma menor satisfação do funcionário.

Outra vantagem das cestas natalinas é que o custo dos produtos alimentícios sairá mais em conta se adquiridos desta forma, ao invés de uma compra direta no supermercado.

Variedade de opções

O vale presente pode ser uma boa escolha, se você quer dar liberdade ao funcionário para gastar com algo de sua preferência.

Porém, o poder de escolha do colaborador é limitado, uma vez que os vales normalmente valem para apenas uma loja específica que você escolher.

Significado

Um bom presente sempre estará na lembrança do colaborador, pode ter certeza. Por isso, os detalhes devem ser observados na hora de optar entre a cesta de Natal e o vale presente.

Uma cesta de Natal farta, ou não tão farta, mas com itens que foram escolhidos com atenção, poderá ser o diferencial. O seu time de funcionários lembrará com consideração de sua empresa, pois ela estará presente em um momento tão importante quanto a ceia natalina.

Comodidade

O vale presente pode ser desinteressante para quem não tem o tempo disponível para ir às compras. Sem falar na validade desses tipos de cartão que, em geral, são de até três meses.

A cesta de Natal, por outro lado, contém itens que podem ser usados mesmo fora do período natalino, com alimentos não perecíveis que têm um alto prazo de validade.

Escolher entre a cesta de Natal e o vale presente fica mais fácil quando a empresa sabe exatamente o que preza em um bom presente para o colaborador. Se é o significado que ele trará ou a variedade de opções, por exemplo. Pese as vantagens e desvantagens e capriche no brinde de fim de ano!

Quer saber mais sobre como dar um ótimo presente de Natal? Saiba nesta postagem por que a cesta natalina é o presente ideal para os seus funcionários!

Renato XavierPublicado Por:
Renato Xavier- Diretor de Operações e Marketing