Uma boa dica para aumentar o engajamento de uma empresa ou os esforços da sua equipe de colaboradores é oferecer benefícios, como premiação por resultados, uma cesta básica com bons itens ou um cartão alimentação.

Mas, no que se refere ao benefício nutricional, qual seria o melhor investimento a fazer? Vale mais a pena apostar na cesta básica de alta qualidade ou em uma solução como o cartão alimentação?

Se você está em dúvida sobre qual desses modelos adotar na sua empresa, confira algumas as principais diferenças entre cada uma das opções. Boa leitura!

Saiba mais sobre a cesta básica

A cesta básica é uma ideia bem tradicional, e contém os alimentos principais para uma família. A solução oferece boas vantagens, tanto para o empregador como para o empregado. Confira:

Excelente custo-benefício

A cesta básica apresenta excelente custo-benefício, pois ela acaba sendo acessível ao bolso do empregador e ainda garante os incentivos fiscais do Programa de Alimentação do Trabalhador.

Para o colaborador é ainda mais vantajoso, já que ele não precisa se preocupar com o preço alto de determinados alimentos básicos. Outra vantagem é que, caso o funcionário fosse adquirir sozinho a mesma quantidade de produtos, ele gastaria uma quantia maior.

Personalização do kit

A cesta básica permite que a empresa personalize o kit de produtos que será oferecido aos colaboradores. Assim, é possível adequá-la aos padrões orçamentários do negócio, para conseguir um investimento que não coloque em risco as suas reservas.

Praticidade

A cesta é prática para todos. As empresas que fornecem as cestas básicas entregam as caixas prontas para distribuição nas empresas, que as repassarão aos seus funcionários. Ao receber, eles levarão para casa tudo prontamente embalado.

Economia de tempo

Você gosta de enfrentar longas filas no supermercado ou de rodar sessões e prateleiras em busca de produtos que caibam no orçamento? Se a sua resposta foi “não”, saiba que esse também é o pensamento do seu funcionário.

Assim, o colaborador que recebe a cesta básica mensalmente evita deslocamentos desnecessários, poupa o tempo destinado às compras e não enfrenta filas para adquirir os produtos de maior necessidade no dia a dia. Logo, ele poderá se dedicar a atividades que realmente gosta, o que reflete em uma melhor qualidade de vida do trabalhador.

Alta satisfação da equipe

A cesta básica é um diferencial em uma empresa que deseja agradar sua equipe de colaboradores. Garantindo a alimentação básica dos seus funcionários, a empresa assegura menor rotatividade de pessoas e também aumenta a produtividade dos profissionais.

Garantia de recebimento

Quando a empresa fornece a cesta básica para sua equipe, garante que receberá os alimentos básicos para sobrevivência e nutrição. Isso porque, há casos de pessoas que repassam ou vendem os créditos que possuem nos cartões de benefícios que recebem das empresas.

Melhor saúde dos funcionários

Sem dúvidas, uma boa alimentação é indispensável para garantir a saúde dos seus funcionários e esse critério é garantido pela cesta básica. O oferecimento de alimentos de qualidade para os colaboradores favorece a prevenção de doenças e ainda aumenta as reservas de energia do funcionário, que desenvolverá suas atividades muito mais disposto!

Saiba mais sobre o cartão alimentação

O cartão alimentação é outra forma de investir na fidelidade da sua equipe de colaboradores. E assim como a cesta básica, possui algumas vantagens:

Facilidade nas compras

Com o cartão alimentação, os funcionários podem comprar produtos alimentícios, de higiene pessoal e até mesmo de limpeza para casa. Ele recebe um cartão, e a empresa recarrega esse bilhete com um dado valor a cada mês. O titular do cartão pode adquirir os bens nos locais em que o cartão seja aceito, porém, dificilmente o valor do vale aumentará conforme os preços dos produtos no mercado.

Flexibilidade da escolha

A empresa não precisa definir os produtos e nem as marcas que o funcionário poderá comprar, pois o cartão alimentação oferece essa flexibilidade de escolha.

Para isso, basta ir com o cartão alimentação até o supermercado (que admite esse benefício) e realizar as compras. A empresa terá o compromisso apenas de pagar as taxas e tarifas das administradoras desse tipo de solução.

Economia para a empresa

O cartão alimentação permite uma estratégia empresarial de remuneração com custo menor para o negócio, uma vez que ele não sofre tributação (como o recolhimento do FGTS ou o cálculo de verbas rescisórias, para o caso de demissão do funcionário).

Assim, o mesmo montante que o colaborador receberia em salário pode ser repassado pelo cartão alimentação, que, de maneira similar ao dinheiro, também dá flexibilidade e autonomia para escolher o que ele deseja comprar no supermercado.

Facilidades para o empregador

Mesmo com todos os benefícios da cesta básica, ela ainda demanda uma gestão da logística, busca de fornecedor e escolha dos itens que serão incluídos no kit. De fato, esse processo representa um gasto de tempo, que acaba refletindo nos custos da empresa.

Por outro lado, um cartão alimentação oferece mais facilidades para o empregador, uma vez que os créditos são comprados pela empresa e transferidos para o cartão dos funcionários de maneira prática.

Descubra qual é a melhor opção para sua empresa

Tanto a cesta básica quanto o cartão alimentação oferecem benefícios interessantes para os empregadores e funcionários. Mas vale o cuidado para o fato de que a cesta básica garante maior segurança, visto que a empresa saberá exatamente onde o investimento concedido está sendo gasto, diferentemente do que ocorre com o cartão alimentação.

Vale ressaltar que esse auxílio é uma forma de incentivar o funcionário a se dedicar mais ao seu trabalho, tornar-se mais produtivo, e é uma boa opção para estimular a permanência dos talentos e bons funcionários na sua empresa.

Além disso, podemos destacar as seguintes vantagens da cesta básica:

  • é o benefício que traz maior satisfação para os funcionários — de acordo com uma pesquisa realizada pelo Ministério do Trabalho;
  • pode ser entregue pelo fornecedor, diretamente na casa do seu funcionário;
  • evita que produtos não essenciais sejam adquiridos (como bebidas e cigarros).

Tenha em mente que, além de tudo isso, a sua empresa ganha boa reputação no mercado por ter uma cultura organizacional alinhada ao bem estar dos funcionários. E, sem dúvidas, quando os funcionários estão satisfeitos, eles divulgam a imagem positiva da instituição que trabalham.

Considere ofertar os dois benefícios

Caso a sua empresa opte por um ou outro benefício, cabe ao empregador verificar a convenção do sindicato da categoria para a sua região.

Em São Paulo, por exemplo, foi convencionada a obrigatoriedade do auxílio alimentação e cesta básica para os funcionários (além do vale transporte). Por isso, fique atento às leis.

Por último, uma boa alternativa é ofertar os dois benefícios aos funcionários — mesmo quando não for obrigado pelo sindicato de classe.

Ao considerar ambos os benefícios, tanto aqueles colaboradores que têm consciência da correta utilização do cartão alimentação — para compra de itens de necessidade do dia a dia — quanto aqueles mais consumistas — que gastam com eletrodomésticos e afins — terão resguardadas as suas necessidades básicas de alimentos.

Gostou deste artigo? Ficou alguma dúvida sobre como oferecer a cesta básica para seus funcionários? Então deixe o seu comentário!

Publicado Por:  
Vinicius Dias – Analista de Marketing Digital