A preocupação com a alimentação é um tema frequente para grande parte das pessoas. Nesse sentido, a definição de “vida saudável” não é muito fácil.

Profissionais de diversas áreas do conhecimento científico concordam que para se ter uma boa saúde é necessário mesclar alimentação equilibrada com atividade física frequente. O vínculo com a falta de tempo causa um efeito negativo nas pessoas que querem mudar seu estilo de vida.

Neste post, reunimos informações para explicar o que compõe a cesta básica e qual a importância desses produtos na vida das pessoas. Confira!

Qual a vantagem para o trabalhador em receber a cesta básica?

Estão muito claras as mudanças de incentivo ao funcionário que vêm ocorrendo nas empresas nos últimos tempos. A dificuldade em manter os colaboradores motivados vem fazendo com que as empresas estudem e encontrem meios de incentivá-los e, assim, concedam benefícios.

Existem vários tipos de benefícios, os quais são bastante flexíveis e podem interferir no meio social. Em termos legais, os benefícios podem constituir um diferencial para o empregado, que passa a vislumbrar um ganho pelo seu maior esforço. Um ganho maior proporcionará a melhoria da qualidade de vida do funcionário e de seus familiares — que passam a ter mais poder aquisitivo e, com isso, satisfazem suas necessidades básicas.

O empregador é obrigado a fornecer a cesta básica?

Não. Não existe lei que determine que o empregador forneça cesta básica ao seu empregado. Trata-se de um costume criado pelas categorias dos trabalhadores, que acrescentam tal direito nas convenções coletivas de trabalho.

Qual a vantagem para o empregador em fornecer a cesta básica?

Para o empregador, a vantagem de fornecer a cesta básica é maior do que fornecer o vale alimentação. Empresas fornecedoras desse serviço normalmente cobram taxas para a administração do cartão, que variam em torno de 5 e 6%, sendo cobradas, inclusive, de forma antecipada. Com a cesta básica, não existe esse problema, pois não há taxa de administração.

O cartão alimentação também é aceito em vários centros comerciais, podendo inclusive comprar outros produtos que não estão ligados à alimentação, como cigarros e bebidas. Com a entrega da cesta básica, o empregador terá a certeza de que o empregado não desviará a finalidade da empresa em relação ao plano de alimentação.

É bom deixar claro que a entrega da cesta básica melhora o nível de contentamento do empregado com a empresa, além de contribuir com a saúde e a segurança da família.

O que compõe uma cesta básica?

O conteúdo da cesta básica varia de acordo com o hábito alimentar de cada região. Esses componentes podem ser definidos em comum acordo entre empregador e empregado. Os componentes principais da cesta básica são arroz, feijão, macarrão, sal, pó de café e óleo.

Qual a importância dos cereais na cesta básica?

Os cereais possuem grandes fontes de nutrientes que auxiliam na saúde, no bem-estar e no fornecimento de energia, não podendo faltar na alimentação humana.

Quando o assunto é cesta básica, podemos citar a farinha de trigo, fonte básica para a produção de pães. Além de possuir boa concentração de carboidratos, também possui vitamina B, zinco e potássio. Com essas vitaminas, criamos boa energia e damos vida ao nosso sistema nervoso central. Com o zinco, podemos aumentar o nosso sistema de defesa e, com o potássio, criamos meios de hidratação dos tecidos.

Agora que você já sabe o que compõe a cesta básica, compartilhe este artigo nas redes sociais e propague a informação!

Renato Xavier

Publicado Por:

Renato Xavier- Diretor de Operações e Marketing