Muito além de um bom preço, os consumidores de hoje estão cada vez mais preocupados em consumir produtos e serviços produzidos por marcas comprometidas com o futuro. É por essa e outras razões, que a importância da responsabilidade social não pode ser negligenciada em nenhuma empresa.

No post a seguir, vamos mostrar a você o que realmente significa ter responsabilidade social e como tornar a sua empresa mais integrada com essa estratégia! Ficou interessado? Continue a leitura!

O que é, de fato, responsabilidade social?

O conceito de Responsabilidade Social Empresarial (RSE) é definido como uma gestão marcada pela ética e pela maneira com que se compromete com ações que impulsionam o desenvolvimento sustentável da sociedade, preservam os recursos ambientais e diminuem as desigualdades.

Essa definição engloba também outros conceitos como a responsabilidade ambiental e a responsabilidade corporativa. Nesse panorama, uma empresa com compromisso social age em benefício de ações externas, voltadas para a comunidade e o meio ambiente, mas também para o seu público interno — colaboradores, clientes e parceiros.

A principal particularidade dessa estratégia é acontecer de maneira voluntária. No entanto, diferente da filantropia, ela não possui um viés assistencialista. As empresas realmente precisam se comprometer em ter o desenvolvimento de valores humanos como uma missão e um processo contínuo de benefícios, voltados também para as gerações futuras.

Como colocá-la em prática na sua empresa?

Nenhuma empresa pode esperar a cobrança do governo ou ansiar por incentivos financeiros para se comprometer com ações que tragam valor à sociedade e preservem o meio ambiente.

Reter-se apenas a cumprir leis e pagar impostos não é ser responsável socialmente. Para colocar esse conceito verdadeiramente em prática na sua gestão:

Mude a sua visão

Elaborar uma visão e uma cultura organizacional com foco na preservação ambiental, pelo bem-estar da sua equipe, no combate à desigualdade e, acima de tudo, com ética e transparência traz benefícios importantes em longo prazo.

Além de gerar uma imagem atrativa para os consumidores 3.0, cada vez mais atentos ao que as empresas andam fazendo, você contribuirá para os próprios resultados, com colaboradores mais satisfeitos e motivados, reduzindo custos com absenteísmo e turnover e criando uma empresa mais competitiva no mercado.

Compartilhe um plano de ação com toda a empresa

Estabeleça campanhas e projetos internos com foco também na conscientização da sua equipe, para que todos entendam a importância da responsabilidade social e abracem essa causa.

Outras ações, como investir em capacitações de RSE e criar cartilhas de conduta, também podem facilitar o entendimento sobre a missão da empresa e como ela deve se refletir no trabalho dos colaboradores.

É importante também entender em que estágio a sua empresa está em relação a outras da mesma área. Essa comparação pode ser útil para a criação de um plano de gestão e ação, que ajude a orientar melhor os seus colaboradores e os próprios líderes na inserção da responsabilidade social nas estratégias.

Mantenha a transparência nas suas ações

Construir relacionamentos baseados na ética e na transparência com todos os seus públicos, compatibilizando objetivos, ouvindo críticas e aprendendo o que será relevante paras as gerações futuras deve ser uma marca da sua gestão.

Baseado nessa premissa, seja honesto com os certificados de responsabilidade social que possui, com as ações que realiza e com estratégias que está colocando em prática. Stakeholders, colaboradores, clientes, fornecedores e a sociedade como um todo precisam saber quem a sua empresa realmente é e qual é o seu real compromisso.

Crie um canal de diálogo com o público

Acreditar apenas na sua “voz” pode criar estragos que afetarão a imagem da sua marca no mercado. Para que as ações da sua empresa sejam benéficas a todos os envolvidos direta ou indiretamente com ela precisam ser ouvidos.

Uma das melhores estratégias para entender e implementar estratégias de responsabilidade social compatíveis com a sua realidade é abrir um canal de comunicação com os públicos externo e interno.

Oferecer um ambiente seguro para que os colaboradores façam sugestões, sem medo de represálias ou demissões, manter canais de atendimento ao consumidor e fazer pesquisas com o público de maneira geral são alguns dos caminhos.

Humanize os seus colaboradores

Não adianta se comprometer com estratégias de preservação ambiental e de contribuição a causas sociais, se a sua empresa não oferece um ambiente de desenvolvimento e satisfação pessoal aos próprios colaboradores.

Cargas de trabalho exaustivas, excesso de demandas, liderança autoritária ou plano de cargos e salários injustos são alguns dos elementos que não correspondem a atitudes voltadas à responsabilidade social.

Tenha o bem-estar e o crescimento profissional da sua equipe como prioridade. Para isso, invista em feedbacks, estratégias de progressão de carreira, capacitação, planos de carreira e atividades que visem a melhoria da qualidade de vida.

Otimize o nível de excelência nos seus produtos e serviços

A sua cadeia produtiva também precisa estar compatível com os padrões de responsabilidade social. O que inclui produtos e serviços sustentáveis, dentro das regulamentações ambientais, criados por uma mão de obra legalizada, bem-remunerada e com alto nível de qualidade.

Essas estratégias são essenciais para não haver influências negativas do que você oferece não apenas no consumidor dos seus produtos, como também nas comunidades que de alguma forma são impactadas pela sua empresa.

Invista em ações socialmente responsáveis

Grandes organizações, como Natura, Ypê e Unilever já consideram a importância da responsabilidade social na criação de suas estratégias, de seu planejamento e, até mesmo, de suas ações publicitárias. Mas essas atitudes também podem ser implementadas em negócios de pequeno e médio porte.

Para a sociedade e meio ambiente, a oferta de serviços de saneamento básico, programas de reforço ao aprendizado e incentivo ao esporte, eliminação de testes em animais e fomento à saúde — com campanhas de vacinação ou doação de sangue, por exemplo — podem fazer toda a diferença quando se trata de responsabilidade social.

Já para os colaboradores, assistência psicológica, pacotes de benefícios ajustáveis às necessidades pessoais ou bolsas e qualificações gratuitas também trazem mais qualidade de vida e aumentam a sensação de pertencimento à empresa.

O mais importante é enxergar a sua gestão não apenas como uma busca por lucros, e sim como uma geradora de emprego e renda, partilhadora de boas ideias e como um agente de mudanças. No final, essa é a verdadeira importância da responsabilidade social nas empresas: contribuir para um futuro melhor.

Gostou das dicas? Então compartilhe esse artigo nas suas redes sociais!


Publicado Por:
Vinicius Dias – Marketing Digital