?>
Gestão de Pessoas

5 fatores que prejudicam a saúde e segurança do trabalhador

Tempo de leitura estimado: 5 min.

Promover a Saúde e Segurança do Trabalho deve ser uma prioridade em qualquer organização. Além de ser importante seguir o que dizem as normas regulamentadoras em relação a isso, o bem-estar dos colaboradores é um requisito fundamental para o sucesso do negócio.

Questões de SST atingem diretamente a produtividade, uma vez que provocam o afastamento do trabalhador, deixando a equipe desfalcada. Por isso, medidas preventivas são a melhor maneira de evitar problemas como esse.

Neste artigo, você vai conhecer os 5 principais fatores que prejudicam a Saúde e Segurança do Trabalho e entender o que pode ser feito para prevenir esse tipo de transtorno na empresa. Acompanhe!

1. Realização de tarefas para as quais não foi treinado

Por diversas razões, que variam desde a falta de recursos financeiros para o treinamento até a pressa em preencher uma lacuna na equipe, muitos trabalhadores são incumbidos de tarefas para as quais não têm o conhecimento ou a habilidade necessária. Isso coloca em risco não só os resultados da empresa, mas também principalmente a segurança do indivíduo, que pode ser vítima de um acidente de trabalho.

2. Distrações durante o trabalho

Distrações no horário de expediente podem ter uma série de causas — problemas pessoais, cansaço físico e trabalho repetitivo são apenas alguns exemplos. Em todo caso, a distração é bastante perigosa quando se está operando algum equipamento ou passando por um local que tem objetos espalhados pelo chão, pouca iluminação, piso escorregadio, entre outros elementos de risco. Muitos acidentes ocorrem em circunstâncias como essas.

3. Uso inadequado dos EPIs

Os EPIs (Equipamentos de Proteção Individual) são imprescindíveis para a Saúde e Segurança do Trabalho, uma vez que previnem acidentes e doenças ocupacionais. Mesmo assim, frequentemente esses itens são negligenciados nas tarefas diárias, sendo completamente esquecidos ou usados de forma inadequada e, portanto, ineficiente. Quando isso acontece, as chances de ocorrer um incidente aumentam.

4. Falta de conhecimento dos riscos

Em uma empresa, cada função apresenta certos riscos que podem ser ambientais (físicos, químicos e biológicos), ergonômicos e de acidentes. Quando o trabalhador não conhece os riscos aos quais está exposto durante o exercício das suas tarefas diárias, ele acaba por não dar a devida importância às medidas de prevenção, como o uso dos EPIs.

5. Deixar de relatar problemas de saúde

Enquanto acidentes de trabalho acontecem de uma hora para outra, doenças ocupacionais se desenvolvem ao longo do tempo. Por esse motivo, problemas de saúde devem sempre ser relatados, a fim de identificar suas causas e tomar medidas para tratá-los adequadamente, preservando o bem-estar físico e mental do trabalhador.

Diante desses fatores, o setor de Recursos Humanos tem o importante papel de encontrar meios para prevenir o problema. Para tanto, é fundamental realizar treinamentos de Saúde e Segurança do Trabalho na empresa, orientando os colaboradores sobre os riscos no ambiente laboral, o uso de EPIs e a necessidade de relatar incidentes, por exemplo. Com diálogo e transparência, muitos transtornos podem ser evitados.

Quer saber mais sobre esse e outros temas relevantes para sua empresa? Siga nossas páginas nas redes sociais e não perca nossas publicações! Você pode nos encontrar no Facebook, no Instagram, no LinkedIn e no YouTube.

Compartilhe:
escrito por
Cesta Nobre

Uma resposta para “5 fatores que prejudicam a saúde e segurança do trabalhador”

  1. Avatar Dakrnet Guide disse:

    861282 198681hello I was extremely impressed with the setup you used with this internet site. I use blogs my self so good job. definatly adding to bookmarks. 685867

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Guia dos principais benefícios para oferecer para funcionários

Baixe o Ebook Não, obrigado