?>
Gestão de Pessoas

Campanha de natal 2020 e Como montar uma cesta de Natal para seus colaboradores

Tempo de leitura estimado: 5 min.

Ao longo de mais de sete anos a Cesta Nobre vem adotando seus temas de campanha de natal sempre voltados para instituições de auxílio a crianças, sejam elas instituições médicas ou sociais. Portanto esse ano não poderia ser diferente, temos o orgulho de apresentar nossa parceria junto a Instituição Laramara.

Fundada em 1991, em uma casa no bairro da Pompeia, zona oeste de São Paulo, por um casal motivado pela experiência educacional com sua filha mais nova que ficou cega devido à retinopatia da prematuridade.

Laramara tornou-se pioneira tanto na forma de atendimento integral aos participantes das atividades institucionais, como pela criação e produção das primeiras máquinas braille e bengalas dobráveis brasileiras, assim como do desenvolvimento de mais de 100 brinquedos pedagógicos acessíveis, de livros especializados e de produtos de tecnologia assistiva e pela implementação de unidades de negócios com vistas à sustentabilidade financeira.

Além disso buscamos embasar nossa campanha a empatia,motivação e valorização aos colaboradores pois são esses pilares que fortalecem empresas a acertarem na escolha do benefício cesta de natal. Ao comprar o benefício cesta básica de natal a empresa fortalece a relação funcionário e empresário e trás positividade, estabilidade e produtividade em sua caminhada, assim a cesta de Natal é a melhor opção para engajar o colaborador e manter a tradição e motivação.

A Cesta Nobre se orgulha em participar desse projeto, pois acreditamos que pequenos atos fazem um grande futuro.

Saiba mais sobre nossa parceria acessando www.cestadenatalnobre.com.br.

Nosso intuito com esse artigo não é apenas divulgar o lançamento de nossa campanha de natal, mas também transmitir algumas informações sobre a importância desse benefício e os cuidados para que você acerte na escolha dos produtos e do fornecedor.

Afinal o final do ano é uma das épocas mais esperadas pelos colaboradores. Ele traz consigo, além dos sentimentos de paz, harmonia, reflexão e fraternidade, um período em que todos adoram: os tradicionais eventos comemorativos. Nesse aspecto, deparamo-nos com uma incógnita: Qual o melhor modelo de Cesta de Natal para os colaboradores e qual a melhor empresa para nos atender?

Os funcionários  se dedicaram o ano inteiro para atingir as metas e objetivos da empresa, passando por momentos bons e ruins. Agora, chega a hora de recompensá-los, de alguma forma, pelos fins conquistados.
Com esse post vou apresentar alguns cuidados para serem tomados e alguns critérios que precisam ser levados em consideração na hora de montar a cesta para os seus funcionários. Confira!

Conheça a importância de oferecer a cesta de Natal

Conforme falamos anteriormente, os profissionais já esperam presentes e comemorações de final de ano. Essa é uma época muito positiva tanto para a empresa quanto para o público interno.

Todos gostam de ganhar mimos e lembranças, ainda mais se forem personalizados, porque há o sentimento de que a empresa realmente investiu na satisfação de sua equipe.

A cesta de final de ano significa reconhecimento pelo árduo trabalho ao longo dos 12 meses. Confira alguns motivos para você investir nesse presente:

  • promove a integração da equipe;
  • eleva o nível de satisfação do colaborador;
  • motiva o colaborador;
  • aumenta a produtividade;
  • reduz o turnover;
  • faz o Natal das famílias mais alegre;
  • proporciona saúde e fraternidade na família;
  • reflete em boa imagem para a empresa;
  • proporciona um gesto de carinho;
  • surpreende e encanta os colaboradores.

Além disso, vale ressaltar que muitas famílias (principalmente as que não possuem tantos recursos financeiros) utilizam os presentes de final de ano ganhos nas empresas para tornar a comemoração da data mais feliz.

A maioria das empresas optam por entregar uma cestas de natal ao seu funcionário em vez de depositar R$ 100 a mais no vale-alimentação ou outro vale do gênero.

Isso porque provavelmente o colaborador vai gastar esse dinheiro em necessidades básicas ou talvez trocar por dinheiro vivo ( o que é proibído por lei, porém essa prática é super comum ) ou então gastar todo esse recurso com cerveja ou com alimentos sem nenhum valor nutricional.

Nesse ponto a cesta de natal leva muita vantagem, pois será um presente percebido não só pelo funcionário, mas por toda a família, fazendo a ceia de natal dessas pessoas muito mais farta.

Aliás, o que acha de acertar com seus colaboradores em 2020? Um natal farto àqueles que mais merecem – ou deveriam merecer – sua fidelidade. Entre na fila da espera do catálogo de natal 2020, os inscritos recebem 2,5% de desconto em todas as cestas! Clique aqui para inscrever-se na lista de espera do catálogo 2020.

Trace o perfil do público que será agraciado com a cesta de natal

O primeiro passo é fazer um levantamento de quantos colaboradores há na empresa e traçar um perfil de público. Caso o setor de RH não tenha esses dados, aplique uma pesquisa focal. O mapeamento do público é importante para que seja analisado:

  • idade;
  • cargo;
  • quantidade de pessoas;
  • religião;
  • consumo de bebida alcoólica;
  • crenças;
  • restrições alimentares.

Isso é importante para verificar se há a necessidade de fazer cestas para menores aprendizes (sem álcool) ou cestas diferenciadas para aqueles que possuem restrições alimentares e religiosas.

Com esse levantamento você ainda consegue identificar quais são os gostos, as suas preferências e montar uma cesta que realmente encante. Assim você consegue elaborar uma planilha orçamentária mais eficaz e analisa o melhor custo-benefício.

Não deixe de lado as restrições

Muitas pessoas possuem restrições alimentares e religiosas. Não é agradável entregar uma cesta natalina recheada de itens com glúten se o colaborador tiver doença celíaca, por exemplo.

É necessário identificar se ele possui limitações alimentares (tanto por doença ou por opção) e impedimentos religiosos (algumas religiões abominam o consumo de carne de porco e derivados, por exemplo).

Além disso é preciso verificar se o funcionário não possui problemas com alcoolismo. Já imaginou entregar uma cesta com cerveja para um colaborador que está em fase de recuperação?

Sabemos que são muitos os critérios a serem levados em consideração, mas não se preocupe! Aplicando a pesquisa e formatando o mapeamento de público, será fácil montar um presente personalizado para cada funcionário.

Defina o orçamento

Após o mapeamento do público é necessário definir o orçamento. A notícia boa é que existem cestas para todos os gostos e para todos os bolsos, assim é fácil encaixar o presente em qualquer tipo de verba que a empresa possui.

Como é preciso que tenha uma cesta para cada colaborador, estabeleça um teto para os gastos a fim de evitar ultrapassar os limites. Normalmente, os itens mais caros de uma cesta são as bebidas. Então, se for o caso, reduza a quantidade (ou retire-as) do presente e invista em comidas e guloseimas.

Uma oportunidade: Quer ser o primeiro a receber o catálogo da Cesta Nobre e, ainda, 2,5% de desconto em toda campanha de natal da sua empresa? Clique aqui para inscrever-se na lista de espera do catálogo 2020.

Escolha o tipo de cesta

Existem cestas de natal com alimentos e bebidas e cestas mais elaboradas e sofisticadas, com petiscos, doces de Natal, frios, frutas cristalizadas e drinks alcoólicas.

O importante é entregar a cesta com uma ótima apresentação e, se possível, utilizar marcas mais sofisticadas do que aquelas que os colaboradores estão acostumados a consumir nos dias comuns.

Dependendo do orçamento da empresa, algumas cestas possuem itens a mais para agradar toda a família, como ingressos de cinema, livros, viagens, material escolar e brinquedos para as crianças.

Decida quando entregar

Não há regra definida de quando é necessário entregar o presente. Muitas empresas fazem uma confraternização de final de ano, com amigo-secreto, jantar, palestras, shows… Enfim, planejam um grande evento comemorativo. Esse é um momento propício para entregar os presentes.

Caso a empresa não realize esse tipo de encontro, entregue as cestas antes das férias coletivas de final do ano e/ou uma semana antes do Natal. O importante é verificar se algum funcionário não estará em férias nesse período. Nesse caso, entregue o presente antes que ele saia para desfrutar o descanso para passar o Natal com a sua cesta.

Conheça algumas sugestões de itens para compor a cesta

Chega o momento em que se deve escolher os itens para compor a cesta de final de ano dos colaboradores. Você está em dúvidas? Confira nossa lista de sugestões:

  • panetone (escolha o mais recheado);
  • frutas cristalizadas;
  • arroz e massas;
  • farofa;
  • nozes, castanhas, amêndoas, amendoim;
  • caixa de bombom;
  • biscoitos, brownie, cookie;
  • azeitonas, palmito, pepino, tomate seco, cogumelo;
  • azeite;
  • cervejas especiais, vinho, espumante;
  • suco concentrado ou em pó;
  • geleias, pães, torradas, patês e frios;
  • doce de leite, leite condensado, creme de leite;
  • pêssego em calda;
  • torrone, chocolate, balas;
  • leite, açúcar;
  • farinha, mistura para bolo, tapioca, pão de queijo.


Escolha do fornecedor

A definição do fornecedor  é um dos pontos mais importantes no processo de compra de cestas natalinas, isso porque muitos compradores analisam apenas o ponto mais sensível do negócio, o preço!

É claro que o preço é um fator super importante no momento da decisão, porém outros pontos devem ser analisados a fim de evitar contratempo. Veja algumas dicas que listamos abaixo para dar mais segurança ao processo de compra de sua empresa:

  • Avalie a reputação do fornecedor;
  • Busque informações sobre o processo logístico“fulfillment”
  • Procure saber o tempo de atuação no mercado;
  • Peça referencias comerciais e indicação de clientes ativos de porte similar ao da sua empresa;
  • Se for necessário, faça contato com algumas empresas citadas;
  • Visite suas instalações;
  • Verifique as condições de armazenagem dos produtos;
  • Se informe sobre a capacidade produtiva;
  • Faça uma análise de crédito desse fornecedor;
  • Avalie as condições de pagamento;
  • Por fim, negocie o preço;

Busque um parceiro e não um fornecedor

O segredo de encontrar o fornecedor ideal de cesta de natal é procurar por uma parceria. Quando contratada e contratante têm valores e objetivos semelhantes, o contrato vai além de uma simples entrega de cestas de natal, podendo surgir uma troca para a melhoria das duas empresas.

Seguindo essa linha de raciocínio, logo você elimina os fornecedores inadequados que não tem sinergia com a cultura organizacional de sua empresa.

O dia de entrega da cesta de natal é um momento de alegria para grande parte dos funcionários. Isso só não será verdade se a sua empresa contratar um fornecedor que entrega produtos de má qualidade e não segue o cronograma proposto.

Então, escolher uma boa empresa é uma questão estratégica que vai muito além do preço.

Se você deseja encontrar um fornecedor que ofereça cestas de natal de qualidade, siga as estratégias descritas neste artigo. Quando há o comprometimento em encontrar o melhor do mercado para atingir a expectativa dos seus funcionários, o objetivo do benefício já foi atingido da melhor forma possível.

Durante o processo de escolha de fornecedor, entre em contato com a Cesta Nobre, peça um orçamento e dê início a essa parceria!

E, pela última vez, caso ainda não tenha visto, inscreva-se virtualmente para receber o catálogo de natal 2020:  Clique aqui para inscrever-se na lista de espera do catálogo 2020.

Com esse post você conferiu um guia de como fazer cesta de Natal para seus colaboradores. Aproveite e assine a nossa newsletter para receber mais conteúdos de qualidade em seu e-mail!

Comprar Cesta de natal

Compartilhe:
escrito por
Renato Xavier
Diretor de Operações e Marketing

4 respostas para “Campanha de natal 2020 e Como montar uma cesta de Natal para seus colaboradores”

  1. […] Montar uma cesta natalina simples ou até mesmo personalizada amplia as opções por receitas natalinas e proporciona uma ceia variada com pratos típicos e sobremesas. […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

O papel do RH na pandemia do coronavírus

Baixe o Ebook Não, obrigado