?>
Direitos

O que é avaliação de desempenho e como fazer na sua empresa?

Tempo de leitura estimado: 5 min.

A avaliação de desempenho é um dos pilares da gestão por competência, sistema operado pela área de Recursos Humanos, cujo objetivo é identificar e gerir os perfis profissionais que proporcionam mais retorno para a empresa. 

Uma de suas vantagens é a possibilidade de oferecer um feedback mais preciso aos profissionais que são submetidos à avaliação. Nesse processo, cada gestor avalia os pontos fortes e fracos dos membros de sua equipe, buscando identificar as melhorias necessárias por meio de treinamento e até remanejamento de função.

A seguir, saiba tudo sobre avaliação de desempenho e aprenda a colocá-la em prática na sua empresa. Acompanhe!

Por que é importante aplicar essa avaliação?

Essa importante ferramenta de gestão de pessoas corresponde a uma análise sistemática do desempenho do profissional, considerando as metas estabelecidas, os resultados alcançados e o próprio potencial de desenvolvimento. Trata-se de uma maneira eficaz de avaliar a contribuição do colaborador para o negócio da organização.

Cada empresa pode elaborar o seu objetivo com a avaliação de desempenho. Um dos mais comuns é o aperfeiçoamento contínuo dos colaboradores, com o objetivo de formar novos líderes. Entretanto, por meio dessa ferramenta, é possível levantar outros pontos que contribuem, por exemplo, com os altos índices de turnover e absenteísmo.

A avaliação de desempenho evidencia problemas de relacionamento, atesta a evolução dos funcionários e aponta para os trabalhadores o caminho certo para o crescimento profissional. Os resultados possibilitam um trabalho mais focado na solução de problemas, gerando motivação e satisfação no ambiente corporativo.

Isso ajuda a reduzir custos, afinal, a avaliação de desempenho promove a atração e retenção de talentos. Por meio dela, é possível identificar os profissionais que são capazes de crescer dentro da própria organização e, além disso, gerar um feedback preciso para aqueles que desejam ascender em suas carreiras.

Para que a sua empresa obtenha os melhores resultados, as avaliações de desempenho devem ser periódicas. Cada cargo existente deve manter um padrão definido de avaliação.

Quem assume a avaliação e o que deve avaliar?

Como as lideranças são essenciais para o desenvolvimento dos profissionais, cada gestor da empresa deve assumir o processo de avaliação de desempenho de sua equipe. E uma vez que as pessoas são diferentes, os gestores devem saber lidar com cada membro individualmente.

Esses líderes precisam ser encabeçados pelo RH, que deve tomar frente do processo e preparar workshops que estimulem o desenvolvimento da cultura interna em relação à avaliação de desempenho. Inicialmente, isso pode ser feito com os gestores, alimentando o sentido de valorização dos seus talentos.

É necessário capacitar os líderes no conceito de gestão por competências, fornecer feedback e acompanhamento diário dos seus colaboradores, com o objetivo de influenciá-los a darem constantes retornos à equipe — independentemente dela pedir ou não. Dessa forma, é criado uma cultura em torno da avaliação de desempenho.

Em relação ao departamento de Recursos Humanos, este deve atuar como consultoria interna, apoiando os líderes no desenvolvimento de suas equipes. Eles precisam estar sempre prontos para oferecer as ferramentas que permitam à organização ter uma visão sistêmica dos colaboradores.

Entre os fatores que devem ser avaliados, destacamos:

  • desempenho;

  • potencial;

  • nível de satisfação.

Quais são os métodos de avaliação de desempenho?

Autoavaliação

Cada funcionário deve refletir sobre o próprio desempenho. Depois que isso é feito e documentado, ele e seu superior discutem a autoavaliação. A vantagem desse método é que, por ser uma algo pessoal, deve demonstrar profissionalismo, maturidade e transparência. Essa pode ser a base para o autodesenvolvimento.

Avaliação pelo superior imediato

Esse é um método muito comum nas organizações. O desempenho individual de cada colaborador é avaliado pelo respectivo gestor direto, que acompanha a realização de suas atividades. Sua vantagem é a uniformidade nos critérios de avaliação. Entretanto, caso a relação entre ambos não seja boa, isso pode prejudicar os resultados.

Avaliação de equipe

Parecida com a anterior, a avaliação de equipe engloba todos os membros, de maneira mais uniforme. Essa mensuração também é fundamental, pois facilita a criação de uma média para que os profissionais possam ser comparados individualmente. É possível identificar, por exemplo, quem está muito acima ou abaixo da média.

Avaliação do líder

O trabalho em equipe depende do líder, portanto, ele também precisa ser avaliado. Os feedbacks direcionados para os gestores permitem que eles avaliem se as suas atitudes estão ou não dentro do esperado pela empresa, possibilitando a correção de rotas e a aplicação de melhorias no trabalho realizado.

Avaliação 360 graus

Mais completa de todas, a avaliação 360 graus é utilizada com frequência pelas grandes corporações. Todos são, simultaneamente, avaliadores e avaliados. Essa análise sistêmica identifica, por meio de um feedback verdadeiro e imparcial, as diversas variáveis que impactam na produção dos resultados profissionais.

Como deve ser feito o processo de implantação?

Muitas empresas acreditam que a avaliação de desempenho consiste apenas no preenchimento e tabulação de resultados. Essa é uma visão equivocada, pois a gestão por competências vai além disso. Esse processo requer atenção, uma vez que cria expectativas em todos os envolvidos.

A avaliação de desempenho é composta por três grupos de competências:

  • gerenciais (gestores);

  • organizacionais (empresa);

  • funcionais (cargos);

É necessário mapear as competências relacionadas de cada grupo. Faça esse mapeamento considerando a missão, a visão e os valores que são particulares da sua organização. O ideal é que seja estabelecido um número enxuto de exigências, pois a grande quantidade pode complicar a compreensão dos envolvidos.

Antes de avaliar a empresa toda, divida a implantação em duas fases. O ideal é que não haja pressa no processo, pois isso gera resultados questionáveis. Defina o modo de preenchimento das avaliações, que pode ser feito em formato manual ou por sistema — de preferência web, para facilitar tabulação e análise dos resultados.

Escolha as áreas e os cargos que vão participar da primeira fase de implantação da avaliação de desempenho. Aproveite para praticar o controle do fluxo de avaliações, cumprimento de prazos e acompanhamento de resultados. Isso ajuda a fazer os ajustes necessários, antes de expandir para a empresa na totalidade.

O RH também deve promover treinamentos entre os funcionários para que eles saibam como serão avaliados, bem como o modo correto de preencher os questionários. Desse modo, a cultura da gestão por competências será difundida com sucesso, e a organização receberá o apoio dos seus colaboradores.

A avaliação de desempenho busca o equilíbrio entre as metas estabelecidas pela empresa e o perfil dos seus colaboradores, mantendo o sistema funcionando em harmonia e criando a base necessária para que os objetivos traçados sejam atingidos.

Em tempos de crise econômica, a motivação da equipe é um dos desafios das empresas, certo? Leia este outro artigo do nosso blog para saber como contornar essa situação.

Renato XavierPublicado Por:
Renato Xavier- Diretor de Operações e Marketing

Compartilhe:
escrito por
Renato Xavier
Diretor de Operações e Marketing

3 respostas para “O que é avaliação de desempenho e como fazer na sua empresa?”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

O papel do RH na pandemia do coronavírus

Baixe o Ebook Não, obrigado