?>
Gestão

Qual a importância de manter os benefícios para colaboradores?

Tempo de leitura estimado: 5 min.

A concessão de benefícios para colaboradores é uma estratégia importante para as empresas, pois ajuda na manutenção de um bom clima organizacional. No entanto, diante de situações de crise, muitas vezes os empregadores pensam em cortar essas vantagens como medida de redução de custos.

Apesar de parecer uma solução válida, é preciso ter em mente que a crise também afeta os trabalhadores. A pandemia de Coronavírus, por exemplo, traz preocupações e insegurança para os colaboradores, o que pode dificultar a manutenção da produtividade.

Por isso mesmo, a oferta dessas vantagens se torna essencial nesses períodos. Se você tem dúvidas sobre o assunto, continue a leitura e saiba por que manter os benefícios para os colaboradores!

Valorização dos empregados

Os gestores e líderes frequentemente se deparam com conteúdos que abordam a importância da valorização dos profissionais nas empresas, principalmente porque isso colabora com a construção de um clima organizacional mais saudável e motivador.

Em um cenário de crise, a manutenção dos benefícios para colaboradores demonstra que essa valorização não se limita aos momentos de prosperidade, mas é uma constante na estratégia do negócio.

O empregado entenderá que o seu trabalho é essencial para o empregador e que ele é mais que um número no quadro de funcionários. Como consequência, a empresa deixa evidente que todas as pessoas são parte essencial do negócio.

Suporte durante as dificuldades

A crise gerada pela pandemia afetou o andamento de diversos setores e, consequentemente, as condições familiares de cada colaborador. Infelizmente, nem todos os negócios conseguirão se manter nessa situação ou, ao menos, deverão fazer grandes cortes no quadro de funcionários.

Isso significa que existem grandes chances de que familiares do colaborador ou pessoas próximas sofram esses impactos, perdendo parte da renda. Quando você mantém o pagamento dos benefícios, também mostra que a empresa está ali para dar suporte e ajudar a superar as dificuldades.

Dessa forma, é possível aumentar a confiança dos colaboradores na empresa, o que faz com que eles enxerguem a relação como uma verdadeira parceria. A prática também refletirá na imagem do negócio, que terá mais diferenciais ao revelar a sua preocupação com a responsabilidade social.

Melhores condições de saúde

Os benefícios concedidos aos empregados têm impactos na sua saúde física e mental. Um plano de saúde, por exemplo, garante atendimento médico e tratamentos de qualidade para lidar com doenças e lesões. Já as cestas básicas ajudam a manter uma alimentação saudável e balanceada.

Contudo, as vantagens não estão limitadas à parte física — com a sensação de segurança que a empresa pode proporcionar ao trabalhador, unida aos benefícios fornecidos, os trabalhadores conseguem melhorar a saúde mental.

A realização de cortes em um momento de tanta dificuldade, sem dúvidas, aumentará as preocupações dos trabalhadores, podendo auxiliar com o desenvolvimento de quadros de ansiedade, depressão, estresse e outros transtornos mentais. Assim, ao manter os benefícios a empresa demonstra uma postura mais humana e empática.

Aumento do bem-estar da equipe

Todos os motivos citados anteriormente aumentam o bem-estar da equipe, já que eles se sentirão acolhidos pela empresa e terão mais suporte para lidar com os tempos de crise. Assim, o nível de satisfação com o trabalho é maior, trazendo impactos diretos na produtividade.

Essa também é uma arma poderosa conta o absenteísmo, já que as próprias dificuldades geradas pelos tempos de crise afetam o psicológico dos colaboradores e podem gerar mais faltas e atrasos. Por outro lado, quando a empresa investe em práticas que focam na qualidade de vida dos empregados, eles terão mais preocupação com o cumprimento de suas obrigações e com o trabalho entregue.

Motivação dos colaboradores

Ao perceber que é valorizado pela empresa e que, mesmo em tempos de crise, os gestores e líderes valorizam o bem-estar e adotam medidas para proporcionar mais qualidade de vida, os colaboradores ficam mais motivados para o trabalho.

É comum que eles enxerguem isso tudo como incentivo para entregar melhores resultados e, até mesmo, planejar uma carreira sólida. Tudo isso impactará a produtividade, os resultados e os lucros da empresa. Mesmo que não seja possível recuperar a queda observada nos períodos de dificuldades, isso ajudará a diminuir as consequências da crise.

Integração entre a empresa e o empregado

A concessão de benefícios para colaboradores é uma ferramenta de integração entre as partes, que ajuda a criar melhores vínculos que ultrapassem a definição de empregador e empregado. Quando a empresa tem uma postura humanizada, ela se aproxima dos valores dos colaboradores e consegue criar um relacionamento mais estreito.

Isso torna os fluxos de trabalho mais agradáveis e facilita a interação entre toda a equipe, incluindo os líderes. Assim, ao mesmo tempo em que a empresa arca com custos para manter os benefícios, ela aproveitará as vantagens que isso proporciona em curto, médio e longo prazo.

Retenção de talentos na empresa

A concessão de benefícios aos empregados é uma medida importante de retenção de talentos e continua válida durante o período de crise. Mesmo que diversos setores da economia tenham impactado as taxas de desemprego, ainda existem oportunidades para os profissionais.

Com o corte de benefícios ou a piora das condições de trabalho, demonstrando que a empresa não tem o foco no bem-estar dos empregados, muitos podem começar a buscar novas oportunidades. Afinal, mesmo depois da recuperação da crise, podem surgir novos desafios e os colaboradores precisam estar em um lugar que proporcione segurança.

Quando a empresa se esforça para proporcionar as melhores condições possíveis para o contrato, inclusive com a manutenção dos benefícios concedidos, os trabalhadores terão incentivos para manter a relação de emprego. Isso também reduzirá os custos da empresa com os processos de contratação e rescisão de empregados.

Dessa forma, mesmo que a empresa ainda tenha custos com a manutenção de benefícios para colaboradores, é possível garantir um bom retorno para esse investimento. Isso permite a redução dos afastamentos por motivos de saúde e faz com que os empregados fiquem mais focados e engajados, o que melhora os resultados do negócio.

Então, gostou deste conteúdo? Não se esqueça de compartilhá-lo em suas redes sociais para que mais pessoas entendam a importância dessas medidas durante essa crise!

Compartilhe:
escrito por
Cesta Nobre

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Guia dos principais benefícios para oferecer para funcionários

Baixe o Ebook Não, obrigado