?>
Gestão de Negócios

Afinal, cesta básica é caro? Entenda aqui!

Tempo de leitura estimado: 5 min.

Uma boa alimentação tem como consequência diversas vantagens para nosso corpo e para a nossa rotina diária. É nos alimentos que tiramos nossas principais fontes de energia. Pensando na produtividade dos funcionários, as empresas têm permanecido com os benefícios alimentícios.

Assim, fica a critério da empresa definir qual benefício alimentício será utilizado. Apesar disso, o cartão de alimentação é o benefício mais conhecido no mercado de trabalho — seja por opção do empregador ou pela ideia de que o benefício da cesta básica é caro. A distribuição de cestas básicas vem crescendo cada vez mais no meio empresarial — principalmente pela sua qualidade e variedade de produtos.

As vantagens de conceder a cesta básica variam desde aspectos econômicos até o aumento do rendimento dos funcionários. É importante que os gestores estejam atentos também à opinião majoritária pois, os produtos — benefícios — devem atingir diretamente os colaboradores da empresa, fazendo com que os mesmos se sintam valorizados.  

Algumas empresas também preferem assegurar que seus funcionários estão utilizando seus benefícios alimentícios de forma correspondente. Assim, com as cestas básicas é mais fácil ter controle dos produtos, ou seja, que eles estão realmente favorecendo os empregados — e suas respectivas famílias.  

Confira abaixo 3 vantagens em optar pela distribuição das cestas básicas em sua empresa:

Aumento da produtividade

Com a satisfação dos funcionários a produtividade, consequentemente, será maior. Assim, a qualidade dos serviços prestados para a empresa aumentará gradativamente. Além do salário e ambiente de trabalho, os benefícios também fazem com que os funcionários se sintam melhores. Trabalhando feliz e recebendo benefícios, o empregado consegue perceber seu valor para a empresa.

Flexibilidade no benefício

Na elaboração da cesta, devem ser priorizados os alimentos mais básicos, como arroz, feijão, óleo, sal, açúcar, macarrão e café. Mas as empresas podem personalizar a cesta básica que será entregue aos funcionários de acordo com as condições orçamentárias. Isso sem causar nenhum tipo de prejuízo ao empregado e/ou sem deixar o benefício perder a qualidade.

 

Baixo custo

O custo da distribuição das cestas é menor que o valor investido em cartão de alimentação. As empresas dos cartões, por exemplo, cobram uma porcentagem mensal de até 6%, o que difere das empresas que fornecem as cestas básicas. Além disso, as empresas que optam por esse benefício podem ter redução no Imposto de Renda — de até 4% — por meio do Programa de Alimentação do Trabalhador (PAT).

A ideia de que o benefício da cesta básica é caro está sendo desmitificada diante dos diversos benefícios — não só para a empresa, mas também para os funcionários. As cestas básicas causam impacto até mesmo na frequência dos empregados no trabalho. Assim, tal motivação gera bons resultados para a empresa.

Adquirir as cestas básicas também tem sido fácil. Alguns supermercados, por exemplo, já fornecem até mesmo as cestas já prontas. A escolha fica por conta da empresa, que provavelmente priorizará a qualidade e o preço do produto.

Gostou das dicas e/ou quer saber mais sobre cestas básicas? Entre em contato conosco.

Renato XavierPublicado Por:
Renato Xavier- Diretor de Operações e Marketing

Compartilhe:
escrito por
Renato Xavier
Diretor de Operações e Marketing

Uma resposta para “Afinal, cesta básica é caro? Entenda aqui!”

  1. 640607 901179I was suggested this blog by way of my cousin. Im no longer confident whether or not this put up is written by him as nobody else realize such detailed about my trouble. You are fantastic! Thanks! 509852

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Guia dos principais benefícios para oferecer para funcionários

Baixe o Ebook Não, obrigado