?>
Gestão de Pessoas

Cinco passos para você conseguir o seu aumento salarial em 2020

Tempo de leitura estimado: 5 min.

De acordo com o último Índice de Desenvolvimento de Gênero (IDG), divulgado pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud) em dezembro de 2019, as mulheres no Brasil estudam mais que os homens, porém possuem uma renda 41,5% menor que a deles.

Que há uma discriminação de gênero muitas vezes consciente e também inconsciente por parte dos líderes não há dúvidas. Entretanto, na ELAS, primeira escola de Liderança Feminina no Brasil, ensinamos as mulheres que, além de mostrar resultado pelo seu trabalho, também é fundamental “pedir a coroa” para conseguir seu aumento.

Muitas vezes trabalhamos de 10 a 12 horas por dia acreditando que, no final do ano seremos recompensadas pelo nosso esforço. Só que muitas vezes se passam anos,  e quem acaba sendo premiado são apenas seus pares – e não você. Como resolver essa equação?

Reuni abaixo cinco passos para que as regras do jogo entre líder e liderado estejam claras e todos possam estar na mesma página com relação às expectativas sobre trabalho e aumento salarial.

Faça as pazes com o dinheiro

Antes de tudo é importante que as mulheres façam as pazes com o dinheiro. Durante anos a nossa sociedade por meio de crenças culturais e aquelas herdadas pela nossa família acabaram por associar dinheiro com algo “sujo”, “impuro”. Para prosperar, devemos ressignificar o dinheiro como algo bom, que nos traz felicidade e que é um meio para atingir os nossos sonhos e metas de vida mais profundos. Entre as mulheres isso é ainda pior, já que as mesmas foram historicamente excluídas da gestão dos patrimônios familiares – como por exemplo escrituras de imóveis que estão registradas, em sua vasta maioria, nas mãos de homens.

Prepare-se para a conversa

Agora que você aprendeu a ressignificar o dinheiro, é importante se preparar para uma conversa com o seu gestor. Eleja de dois a três grandes projetos que você liderou, que o seu gestor valoriza e que você entende que fez um excelente trabalho. Reúna exemplos concretos de avanços sobre esses projetos. Exemplo: você é responsável pela área comercial da sua empresa e no último ano com as vendas do produto Z você conseguiu aumentar em X% o faturamento do produto no último trimestre. Ou então você é responsável pela área de compras da sua empresa e de 2018 para 2019 você foi responsável pela redução de 30% dos custos de materiais de determinado departamento. Tenha em mente as métricas claras de avanço do seu trabalho aliado à linguagem que o seu gestor valoriza como resultado, pois isso reforçará a conexão entre as partes.

Conheça suas forças e fraquezas

Ainda como preparo para essa reunião, tenha clareza de quais são os seus pontos fortes que te fazem ser quem você é, quais são as suas fortalezas, qual é o seu traço de personalidade, que habilidades possui, idiomas e ferramentas conhece que te fazem destacar no trabalho? A ideia aqui é reforçar aquilo que você é boa e que com essas características impulsionam você ao próximo nível na sua empresa.  Também é importante nessa etapa identificar o perfil adequado para o próximo estágio e quais das características que são valorizadas para essa posição que você acredita possuir (talentos, habilidades, conhecimentos específicos da área e etc). Se tiver dificuldade para identificar aquilo que você faz bem, peça um feedback honesto de amigos ou pares em quem você confia. Uma ferramenta poderosa que faz parte do treinamento do Programa ELAS para identificar talentos é o DISC, um inventário comportamental sobre sua personalidade que te ajuda a identificar seus pontos fortes e seus pontos de melhoria. Vale a pena fazer o teste e se aprofundar mais nesse tema.

Ouça antes de falar

Agora que você elegeu três grandes projetos que você contribuiu de maneira significativa e que tem clareza dos seus pontos fortes que te levam para um próximo estágio, é o momento de você conversar com o seu gestor. A ideia aqui é que seja um bate-papo informal, mas bastante assertivo. Peça a ele feedback sobre cada um dos três projetos que você elencou destacando cada uma das métricas desses projetos com os seus respectivos avanços lembrando sempre de adequar a linguagem e aguarde o retorno. Pergunte a ele o que ele entende que faltou, o que poderia ser melhorado e porque não foi suficiente para você receber o seu aumento. Preste bastante atenção em cada uma das respostas e se for o caso, peça para que ele seja mais específico e assertivo trazendo exemplos concretos de melhoria que ele entende que você precisa desenvolver. Assim que você tiver clareza das entregas e dos comportamentos específicos que precisam ser aperfeiçoados, pergunte a ele em quanto tempo você deve retornar a ele com os resultados pretendidos e, por fim, se depende apenas dele ou se tem mais alguém cuja a sua promoção precisa ser negociada. Tendo clareza sobre quais são as entregas e os comportamentos esperados e de quem mais você precisa influenciar e em quanto tempo precisa entregar esses avanços, as regras do jogo agora estão claras e você sabe de fato o que precisa ser feito para conseguir sua coroa.

Exponha seus resultados

Após o alinhamento, o próximo passo é entregar os resultados com as metas pré-estabelecidas por ambos. Assim que concluí-las retorne a conversa e pegue a sua coroa. É importante que você tenha em mente que não é um favor que está sendo feito a você, que é uma recompensa merecida pelo esforço do seu trabalho  – e reconhecer que você merece essa promoção é saber jogar o jogo. Lembre-se que a qualquer momento você pode optar por não jogar mais, mas tenha em mente aquilo que você ganha e aquilo que você perde e nunca esqueça quais são as premissas que fazem sentido para você continuar jogando o jogo.

Após quase dois anos de Escola ELAS, mais de 600 alunas se formaram no treinamento principal, o Programa ELAS, e 30% delas já foram promovidas ou receberam aumento salarial em menos de um ano. Quando se tem clareza dos seus pontos fortes, onde se quer chegar e quais são os seus inegociáveis para jogar o jogo tudo fica mais leve e você passa a ser a protagonista de sua própria história.

Carine Roos
Compartilhe:
escrito por
Carine Roos
Formada em Sociologia pela Universidade de Brasília e em Comunicação Social pelo Centro Universitário UniCEUB, Carine é especialista em Equidade de Gênero e Inovação há mais de dez anos. Atualmente é CEO da UPWIT (Unlocking the Power of Women for Innovation and Transformation), uma consultoria em inteligência e equidade de gênero e inovação. Foi consultora de instituições voltadas à Tecnologia, Comunicação e Direitos Humanos, como a Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República (SDH/PR), UNESCO, UNICEF e Ministério da Saúde. Possui certificação internacional em Gerenciamento em Inovação Social pela Amani Institute, em Professional & Self Coaching pelo Instituto Brasileiro de Coaching e em Practicioner pela Sociedade Brasileira de Programação Neurolinguística. É ainda hipnoterapeuta Ericksoniana certificada pelo ACT Institute e especialista em análise comportamental DISC pela E-talent. É coautora e editora do eBook Mulheres Líderes na Tecnologia: como promover a equidade de gênero e reter talentos nas empresas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

O papel do RH na pandemia do coronavírus

Baixe o Ebook Não, obrigado