?>
Gestão de Negócios

Como inovar e vender mais em datas comemorativas

Tempo de leitura estimado: 5 min.

Datas comemorativas como Dia dos Namorados, Dia das Mães ou Festa de São João são, de modo geral, períodos ótimos para os empreendedores. Eles podem aproveitar a motivação dessas datas e oferecer produtos ou serviços relacionados a elas, faturando mais.

No entanto, simplesmente aproveitar a data oferecendo produtos tradicionais  não é o bastante.  Decoração de corações para o Dia dos Namorados ou aumentar a produção de pé-de-moleque na época de festas juninas, diante da ampla concorrência de mercado cada vez mais acirrada, pode não trazer mais o retorno esperado aos vendedores.

Por isso, em muitos casos é preciso inovar no que se oferece para conseguir mais clientes ou, pelo menos, aumentar o ticket médio dos produtos e aproveitar as datas da melhor forma possível.

Para tirar o maior proveito dessas datas, a minha primeira dica é ficar atento a elas e se preparar com pelo menos dois meses de antecedência. O Serasa Experian lança todos os anos um calendário de datas comemorativas (o de 2019 está aqui). É importante ficar atento às datas que podem ser aproveitadas pelo seu negócio e pensar em qual pode ser o aumento da demanda.

Fazer a encomenda aos fornecedores com antecedência, identificar quais novos produtos podem ser criados, refletir sobre as formas de comunicação, fechar parcerias, preparar a produção e demais ações do tipo. Tudo isso, se for deixado para em cima da hora, corre o risco de não ser realizado e o empreendedor não consegue aproveitar ao máximo a data.

Criatividade em Produtos

A segunda dica é estar atento às tendências da sociedade e pensar em novos produtos que atendam aos novos desejos das pessoas. Por exemplo, a cada dia que passa a procura e consumo por alimentos orgânicos aumenta. Em datas com pratos típicos, como panetone no Natal ou pamonha nas festas de São João, uma empresa que fornece alimentos pode oferecer essas comidas garantindo que sejam feitas com ingredientes orgânicos.

Outra tendência é a utilização de produtos ambientalmente sustentáveis. Assim, pode-se criar produtos (ou mesmo a embalagem) para uma data que se dê presentes, como o Dia dos Namorados ou Dia das Mães, com essas características. Se a pessoa presenteada se importar com o meio ambiente, sem dúvida algum destes será um diferencial, que fará o presente ter ainda mais valor e significado.

Comportamentos e Tendência

A terceira dica é que, além das tendências, que são mudanças de comportamento mais duradouras, o empreendedor pode ficar atento a modismos – comportamentos de curta duração – e lucrar com eles usando a criatividade. Por exemplo, imagine se o auge da moda dos food trucks coincidisse com o Natal.

Um empreendedor poderia alugar um food truck, estacioná-lo na frente de um shopping center e vender um  serviço de embrulhos de presente.

Outro exemplo: no auge das paletas mexicanas, uma confeitaria poderia criar seus doces em formato de paletas como presente para o dia das mães. Todo modismo é imprevisível, então o empreendedor deve prestar atenção nas mudanças de comportamento das pessoas, no que elas estão valorizando naquele momento, e saber explorar isso da melhor forma.

Nesse caso, é preciso tomar muito cuidado para que o novo produto seja visto com bons olhos pelas pessoas, e não seja percebido como um caso de oportunismo.

Parceiros

Finalmente, a quarta dica que dou é pensar em parcerias para atender os clientes da melhor forma possível nessas datas comemorativas. Por exemplo, um hotel que não tem uma cozinha excelente pode fazer uma parceria com um restaurante – ou uma confeitaria – para que lhe forneça comidas típicas de uma determinada época do ano e agradar os clientes que estão hospedados lá durante esse período.

No dia dos pais, empresas que vendem produtos exclusivos para mulheres (que, teoricamente, não teriam as vendas aumentadas nessa data) podem fazer parcerias com lojas que vendem produtos para o público masculino e oferecer cupons de descontos para quem comprar nessa outra loja.

O segredo da inovação é estar atento aos comportamentos das pessoas, usar a criatividade e ter o pensamento de que há alternativas melhores do que se faz hoje.

Mesmo em datas tradicionais é possível ser diferente e oferecer produtos que são mais valorizados pelos clientes do que o comum. Essas novas ideias não surgem do dia para a noite. Estamos em julho, mas nossa cabeça deve estar no mínimo em setembro pensando se faremos alguma ação para o feriado da Independência.

Compartilhe:
escrito por
Vinicius Dias
Pós-graduado em Gestão de Marketing Online. Atualmente responsável pela parte de Automação e Marketing Digital da empresa Cesta Nobre, foi gestor da loja online Elementar Bebidas e atuou como Analista de Marketing Digital/Eventos da empresa Ciashop Tecnologia e gerenciou os perfis sociais do Governo do Estado de São Paulo, com ênfase no segmento de Agronegócios.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

O papel do RH na pandemia do coronavírus

Baixe o Ebook Não, obrigado