?>
Gestão de Pessoas

Entenda o que é cultura ágil e como aplicar na sua empresa

Tempo de leitura estimado: 5 min.

A cultura ágil é a forma mais indicada para empresas lidarem com o avanço da tecnologia e expectativas do mercado, promovendo uma comunicação eficiente.

Baseada em agilidade, essa cultura é uma nova modalidade de cultura organizacional, como forma de gerir as empresas e facilitar a realização de sua atividade.

Diante de sua importância, fizemos este post, a fim de analisar as principais questões sobre o tema e listar algumas dicas para sua implantação. Fique conosco e veja mais!

Definição de cultura ágil

A cultura ágil transforma a maneira de relacionamento entre os colaboradores de uma empresa, isso porque não há mais hierarquia. Os funcionários ganham responsabilidade ao adquirirem maior autonomia em seu trabalho.

Outro ponto é o trabalho em equipe, privilegiado pela cobrança de resultado de todos por todos. Ou seja, por não existir a figura de um chefe, todos os colaboradores podem cobrar resultados uns dos outros, com o objetivo de abraçar a visão da empresa.

Cabe ressaltar que a cultura ágil desenvolve atividades mais eficientes e compactas, com o apoio dos funcionários, parte do trabalho.

Desafios de aplicação da cultura ágil nas empresas

Em regra, as empresas utilizam da cultura da burocracia. Ao invés de simplificar o serviço, só aumenta os entraves no atendimento ao mercado de consumo. A razão é o foco das organizações nas ações burocráticas e não no uso ou alteração da cultura interna.

O maior desafio está na mudança de mentalidade que todos os colaboradores vão desenvolver. Os líderes ganham papel fundamental na cultura ágil, não por vigiar seus liderados, mas sim por equilibrar a liberdade e democracia, garantindo o engajamento na entrega de bons produtos e serviços. Outro desafio é agregar valor ao bem e serviço oferecido, como “plus” ao cliente.

Aplicação prática da cultura ágil

Como dicas, aconselha-se a otimização por meio de:

  • contratação de funcionários confiáveis, capazes de aplicar a cultura ágil e desenvolvê-la internamente;
  • criação de equipes multifuncionais e colaborativas, reunindo o maior número de habilidades possíveis;
  • feedback sobre serviços e produtos, de modo a melhorar seu próprio atendimento e exercício das atividades.

Passo a passo para adotar a cultura ágil

Como já dito, adotar a cultura ágil é uma mudança de mentalidade organizacional, bem como na execução das atividades. Para isso, listaremos um passo a passo de como implantar tal cultura. Veja a seguir.

1º passo: diminuição do controle rígido

A hierarquização entre funcionários é comum nas empresas e precisa ser mudada para implementar a cultura ágil. Logo, deve-se promover a democratização do trabalho nas equipes e autonomia de cada funcionário.

2º passo: equipes compactas e mais eficiência

Equipes pequenas são melhores de serem gerenciadas, pois, a comunicação é mais rápida e todos ficam cientes de suas responsabilidades. Assim, será cada vez mais eficiente.

3º passo: responsabilidade compartilhada

Na cultura ágil, o centro é o cliente e como lhe agregar valor. Com esse fito, as responsabilidades são divididas entre os colaboradores, que buscam o melhor para atender as necessidades do cliente.

Portanto, é fato que a cultura ágil tem o poder de revolucionar a interação entre a empresa e o mercado, por meio da alteração da sua cultura organizacional, melhorando o clima interno. Além disso, é uma forma de manter seus colaboradores, diminuir a rotatividade e aumentar a produtividade da sua atividade.

Gostou desse post? Então assine nossa newsletter e veja outras informações.

Compartilhe:
escrito por
Cesta Nobre

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

O papel do RH na pandemia do coronavírus

Baixe o Ebook Não, obrigado