?>
Gestão de Pessoas

Como e por que melhorar a experiência do funcionário?

Tempo de leitura estimado: 5 min.

Para garantir o sucesso no mercado de serviços e obter o crescimento constante de suas atividades, muitos gestores têm investido na modernização de seus processos, bem como na implementação de ferramentas tecnológicas no ambiente de trabalho para funcionários.

No entanto, só com essas medidas nem sempre é possível alcançar o desenvolvimento máximo das atividades prestadas pela empresa. Isso porque a condição de engajamento e produtividade dos funcionários determinam, de forma decisiva, o rendimento da empresa.

Sabendo disso, é muito importante investir em recursos e políticas que visam melhorar a experiência do funcionário, pois isso impacta, de maneira satisfatória, tanto o bem-estar dos colaboradores, quanto o ambiente operacional produtivo da instituição.

Caso você ainda não tenha noção sobre esse tema, preparamos este artigo contendo as principais informações acerca de como e por que melhorar a experiência dos membros da empresa. Continue a leitura e fique por dentro de tudo!

O que significa experiência do funcionário?

Antes de mais nada, é importante falarmos sobre o que consiste o termo experiência do funcionário. Apresentada também como Employee Experience (EX), a experiência do colaborador está ligada à soma de todas as percepções, sentimentos e experiências que os funcionários vivenciam nas interações com a instituição. Em outras palavras, é o resultado de uma jornada que começa desde o primeiro contato do colaborador com a empresa, que, normalmente, se dá por um processo seletivo.

Desse momento para frente, o profissional começa a formular sua impressão pessoal sobre a imagem da empresa. Dependendo das condições de trabalho, cultura organizacional e políticas de valorização dos membros, os colaboradores podem ter experiências positivas ou negativas. Entre os fatores que podem influenciar na qualidade da experiência dos funcionários, podemos citar as oportunidades de crescimento profissional, apoio da liderança, liberdade e autonomia para a tomada de decisão etc.

Além do mais, a EX é formada por diversos pontos de contato e momentos importantes na relação com a corporação. Dentre eles, podemos citar:

  • processo seletivo e entrevista;
  • contratação;
  • onboarding (processo de integração);
  • qualificação e treinamento;
  • crescimento (promoções e desenvolvimento profissional);
  • outplacement (situação demissional e recolocação).

Vale ressaltar que até mesmo fora da empresa o antigo funcionário pode manter laços com a empresa, por meio de recomendações de potenciais colaboradores e divulgação de experiências positivas sobre a empresa no ambiente externo.

Como melhorar a experiência dos funcionários?

Antes de falarmos propriamente sobre como melhorar a experiência dos funcionários, é necessário salientarmos sobre os benefícios que essa medida pode gerar para a empresa. Um dos primeiros está ligado à atração e retenção de talentos. Tudo acontece devido a boa percepção sobre a imagem da empresa, que vai se consolidando com uma boa jornada do colaborador.

Com essa experiência positiva, os funcionários tendem a ficar por muito tempo na empresa. Com isso, é possível garantir a atração e retenção de talentos, além de diminuir a rotatividade de funcionários. Outro ponto que não podemos deixar de falar diz respeito ao aumento da produtividade, já que profissionais satisfeitos operam com maior eficiência e rendimento.

Essas e outras vantagens fazem com que o investimento na boa experiência do colaborador seja algo necessário para o negócio. Sendo assim, confira agora como é possível atingir esse objetivo dentro da empresa!

Invista em qualidade do trabalho

O primeiro fator que tem o potencial de melhorar bastante a experiência do funcionário é a viabilização da qualidade do trabalho. Muitas empresas acabam focando apenas no lucro e no aumento da produtividade das equipes, esquecendo-se de avaliar as condições de trabalho dos seus colaboradores.

Nesse caso, os indivíduos acabam sendo submetidos a situações de estresse, riscos de saúde e outros aspectos que comprometem a sua qualidade de trabalho. Esse cenário impacta na jornada do colaborador e causa uma má impressão sobre a imagem da empresa, o que aumenta os casos de insatisfações e pedidos de demissão.

Para evitar esses problemas, é fundamental que os gestores direcionam esforços para melhorar a condição de trabalho dos seus membros. Isso pode ser feito por meio da criação de departamentos que tenham a função de inspecionar o estado de serviço de cada setor produtivo da empresa e eliminar os problemas que afetam a saúde e bem-estar dos funcionários.

Ofereça benefícios

Indo mais além, podemos destacar que o engajamento e as experiências positivas do funcionário dependem também de reconhecimento profissional e uma remuneração adequada, que atenda às expectativas dos trabalhadores. Na atual relação entre empresa e profissional, apenas o salário já não é mais suficiente para gerar motivação e satisfação. Por conta disso, é cada vez mais importante investir em benefícios corporativos.

Esses recursos têm potencial de complementar a renda dos colaboradores, possibilitando a eles uma maior qualidade de vida e de trabalho. Para que os benefícios gerem o resultado esperado, é necessário que os gestores estudem o perfil dos seus membros e encontrem as opções de vantagens comparativas que mais se relacionam à realidade dos funcionários. A empresa deve também oferecer os recursos tradicionais, como é o caso das cestas básicas e vale-transporte.

Tenha um bom ambiente corporativo

Um ambiente de trabalho agradável e saudável vai muito além de investimentos financeiros em infraestrutura. Ele também é influenciado pelo esforço dos próprios gestores em implementar uma cultura organizacional pautada no respeito mútuo entre membros, bem como na viabilização de programas que visam estimular a interatividade e comunicação entre os colaboradores.

Dentre eles, podemos citar a promoção de confraternizações, happy hours, comemorações de aniversários, dinâmicas interativas e atividades em grupo. Com essas medidas é possível tornar o ambiente corporativo mais prazeroso, de modo que transmita paz e bem-estar. Vale ressaltar que esse espaço pode ser complementado com áreas de lazer e relaxamento, bem como móveis e decorações que possibilitam mais conforto e sensação de descanso para os usuários.

Portanto, essas foram as principais informações acerca de como e por que melhorar a experiência do funcionário. Percebe-se que investir em programas de valorização dos colaboradores pode gerar inúmeros benefícios para a empresa, como maior produtividade, motivação e engajamento do time.

Gostou do artigo? Então, assine a nossa newsletter e fique por dentro de todas as nossas atualizações!

Compartilhe:
escrito por
Luciana Padovez

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Guia dos principais benefícios para oferecer para funcionários

Baixe o Ebook Não, obrigado