?>
Gestão de Negócios

Descubra as principais tendências para o futuro dos meios de pagamento

Tempo de leitura estimado: 5 min.

Os meios de pagamento podem impactar os negócios. Isso porque grande parte dos clientes não negociam com empresas que não oferecem diversas opções de pagamento. Tal situação acontece nos ambientes online ou físico, não alcançando os melhores resultados e deixando os clientes insatisfeitos.

Por isso, aconselha-se que as empresas invistam na diversificação dos pagamentos, em especial na era da evolução e modernização desses métodos. Surgiram novas formas de quitar dívidas, que podem ser adotadas pelas organizações. Curioso sobre o tema? Fique conosco para entender mais!

1. Carteira móvel

Antigamente, os meios de pagamento eram múltiplos e dispersos, assim como os documentos pessoais. Hoje, esses documentos foram unificados, sendo que em algumas carteiras já estão presentes o número do cadastro de pessoa física (CPF) e identidade.

O mesmo aconteceu com as formas de pagamento, pois o cheque, moedas e cédulas foram convertidos nos cartões de crédito ou débito. Alguns possuem a função múltipla, englobando as duas. Contudo, o futuro é que todos os dados financeiros, principalmente quantias financeiras. Dessa forma, os clientes apenas fazem uma transação eletrônica com ela, utilizando-as no pagamento.

A grande vantagem é que diminui a circulação do dinheiro em moeda, gerando maior segurança aos empresários, em tempos de grande violência.

2. Peer to peer

Traduzindo, a expressão “peer to peer” quer dizer par a par. É uma transação financeira entre duas pessoas, de modo simples e sem intermediários, feita por um aplicativo ou computador. Mas, como funciona? A pessoa pode utilizar um serviço de pagamento online como intermediário, transferindo valores para outras pessoas.

Isto é, carrega-se a carteira com um valor para pagar amigos que tenham o mesmo aplicativo ou outros serviços. As grandes vantagens desse serviço relacionam-se às taxas, que podem nem existir, disponibilidade do dinheiro, de forma rápida, e segurança, uma vez que a transação somente é realizada mediante senhas ou autenticações.

3. Criptomoedas

Conhecidas como moedas digitais, as criptomoedas tornaram-se importantes meios de pagamento. São códigos transformados em um valor real, armazenadas em carteira móvel e administradas por aplicativos no celular ou computador.

Toda a informação codificada, por meio da criptografia, somente é descodificada pelo seu destinatário, por meio do blockchain, uma rede descentralizada, que evita duplicidade de registros. Entre as principais moedas, têm-se os bitcoins, altcoins, litecoins e ethereum.

Entretanto, é uma moeda que sofre muito com a volatilidade e ausência de regulamentação pelo governo, dificultando sua adoção por todas as empresas.

4. Autenticação biométrica

Apesar de ainda não ser tendência, a autenticação biométrica já é muito utilizada pelas instituições financeiras, garantindo a segurança das transações. Essa é feita usando a digital dos dedos, porém, outros modelos de identificação vêm sendo testadas, como reconhecido de voz ou da íris dos olhos, assim como selfies para distinguir o rosto. Logo, a quantidade de senhas são diminuídos.

Portanto, ressalta-se que os meios de pagamento estão evoluindo com o passar do tempo. Para não se tornar obsoleta, as empresas precisam se adaptar a essa realidade o quanto antes, aderindo a tais formas de pagamento, quitando dívidas de modo mais prático pelo “peer to peer” ou carteira digital. Caso tenham maior estrutura, aceite pagamentos por meio de criptomoedas ou invista na segurança dos clientes, com a autenticação biométrica, conquistando-os ainda mais.

Gostou dessas informações? Leia também sobre quais os maiores desafios da gestão de negócios para empreendedores!

Compartilhe:
escrito por
Cesta Nobre

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

O papel do RH na pandemia do coronavírus

Baixe o Ebook Não, obrigado