?>
Gestão de Pessoas

Marketing de relacionamento: o que é e por que investir nisso?

Tempo de leitura estimado: 5 min.

O marketing de relacionamento é a solução que a sua empresa busca para manter uma boa relação com colaboradores, fornecedores, parceiros e clientes. Em linhas gerais, trata-se de uma estratégia que cria autoridade para a marca e potencializa seus resultados.

A importância desse bom relacionamento é fundamental para o sucesso de qualquer negócio, pois faz com que ele funcione corretamente. Para entender essa relação, basta pensar em cadeia. Colaboradores mais satisfeitos são produtivos e acabam se relacionando melhor com fornecedores e parceiros comerciais. O resultado disso é refletido nos produtos e serviços que chegam aos clientes.

Para que sua empresa também desfrute dessa cadeia do bem, continue a leitura e saiba mais sobre marketing de relacionamento e como investir nisso.

O que é marketing de relacionamento?

Lembre-se de alguma experiência positiva que teve com uma marca. E ela precisa ser positiva o suficiente para ter feito você se tornar fã e cliente fiel dos produtos e/ou serviços oferecidos. Pois bem, essa experiência, vivida ou presenciada, tem nome: marketing de relacionamento.

O marketing de relacionamento é composto por um conjunto de estratégias que constroem e divulgam uma marca, além de contribuírem para prospectar, fidelizar e criar autoridade no mercado em que ela atua. Seu objetivo é exatamente atrair, conquistar e fidelizar clientes para que eles se tornem fãs, defensores e divulgadores da marca.

Criado no século passado, como uma evolução do marketing tradicional e com o intuito de melhorar o relacionamento entre empresas e seus clientes, passou a ter seu conceito aplicado em outras áreas. Nas empresas, o marketing de relacionamento também é empregado para os clientes internos do negócio, ou seja, seus colaboradores. Já que eles são os responsáveis pelos resultados da companhia, é fundamental saber como cuidar deles.

Ao aplicar as práticas de marketing de relacionamento entre empresa e colaboradores, torna-se possível atrair profissionais com perfil alinhado ao do negócio e garantir a retenção de talentos.

Qual a importância do marketing de relacionamento?

Todas as empresas, independentemente de porte ou segmento no qual atuam, têm a consciência em torno da importância de realizar ações de marketing que captem e fidelizem clientes, aumentando as vendas. O fato é que vivemos em uma era baseada em relacionamento e, nela, vender não é o suficiente.

As pessoas têm fácil acesso à informação e, com poucos cliques, encontram outras soluções que atendam suas necessidades. E isso também vale para colaboradores, fornecedores e parceiros comerciais. Como empresário, você sabe qual é o custo para contratar e demitir pessoas. Por mais que os processos de recrutamento e seleção sejam precisos, nem sempre é possível garantir a permanência de alguns colaboradores.

Nesse sentido, deveria fazer parte da rotina de qualquer empresa o estudo contínuo de soluções que, além de serem capazes de atrair bons profissionais, também conseguissem fidelizar esses talentos. Um funcionário desmotivado e pouco satisfeito com o trabalho não rende o necessário para que a companhia alcance os resultados que deseja. Sendo assim, é necessário investir mais em relacionamento.

Dentro do empreendimento, o marketing de relacionamento cria uma atmosfera saudável, a fim de que os colaboradores se sintam confiantes e permaneçam mais tempo no quadro de contratados. Eles também se tornam mais produtivos. Essa conquista ultrapassa os muros da empresa por meio da construção de autoridade. Outros profissionais passam a desejar trabalhar nela, desfrutando dos mesmos benefícios.

Os clientes também percebem uma melhora, pois os produtos e serviços são entregues com mais qualidade, afinal, estamos falando de funcionários satisfeitos e que trabalham motivados. Do mesmo modo, fornecedores e parceiros comerciais são trazidos para perto, e isso fortalece os laços de confiança.

No entanto, para atrair e fidelizar clientes, colaboradores, fornecedores e parceiros comerciais, sua empresa deve construir uma relação de confiança com eles. Por isso, o marketing de relacionamento oferece algumas soluções.

Como investir em marketing de relacionamento na empresa?

Conheça as pessoas

Para se relacionar bem com alguém, antes é preciso conhecer a pessoa. Esse princípio é básico para o marketing de relacionamento. Você deve ir além de dados básicos como nome completo, CPF e endereço. Busque informações mais relevantes, como o que os clientes pensam sobre seus produtos e o que seus colaboradores estão achando de trabalhar na empresa.

Faça uma segmentação

Clientes internos devem ser separados dos externos. Ambos têm potencial para maximizar seus resultados e merecem atenção. Seus colaboradores devem ser ouvidos para que as necessidades que apresentam sejam conhecidas. Ouça críticas, elogios e demais pontos levantados sobre a rotina na empresa com atenção. Em outra ponta, converse com os clientes externos. Caso exista, solicite à sua área de marketing para fazer um levantamento com as impressões que os consumidores têm a respeito de sua marca, produtos e serviços.

Personalize a comunicação

Para construir uma relação de confiança com as pessoas, a comunicação precisa ser efetiva. Isso significa que, para cada indivíduo, ela deve ser personalizada. Essa é uma missão desafiadora, mas que pode ser facilitada a partir do momento em que você faz a segmentação de pessoas.

Cada grupo deve receber contatos com um tom de voz amigável, ou seja, que fale no mesmo nível. Se a maioria dos seus colaboradores têm baixa escolaridade, não há motivos para usar uma linguagem difícil. Falar de maneira simples e objetiva fará com que a relação entre eles e a empresa fique melhor. O mesmo vale para fornecedores e parceiros, bem como para clientes.

Melhore sua gestão de benefícios

Direcionando o marketing de relacionamento para seus clientes internos, ou seja, colaboradores, fornecedores e parceiros comerciais, é possível praticá-lo também a partir de uma revisão na gestão de benefícios. O fornecimento de cestas básicas, por exemplo, garante uma boa alimentação para todos e deixa as pessoas mais motivadas para trabalhar. Itens de qualidade melhoram a saúde e oferecem bem-estar, e a cesta pode ser entregue em casa.

Vale mencionar ainda que, para a empresa, além de motivação e aumento na produtividade de seus clientes internos, existe a possibilidade de aderir ao Programa de Alimentação do Trabalhador (PAT) e obter dedução no Imposto de Renda. Então, fornecer cestas básicas é uma estratégia positiva de marketing de relacionamento, e você também pode viabilizar isso no seu negócio.

Excelente estratégia para aproximar os clientes internos e externos de sua empresa, o marketing de relacionamento torna-os fiéis e abre caminho para que eles atuem como promotores de sua marca. Não é fácil aplicar essa estratégia, mas, com os parceiros certos, você terá o apoio necessário para seguir adiante e obter excelentes resultados.

Esperamos que tenha gostado deste post. Aproveite que está por aqui e conheça em detalhes tudo o que você precisa saber sobre cestas básicas para empresas. Boa leitura!

Renato XavierPublicado Por:
Renato Xavier
Diretor de Operações e Marketing

Compartilhe:
escrito por
Renato Xavier
Diretor de Operações e Marketing

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

O papel do RH na pandemia do coronavírus

Baixe o Ebook Não, obrigado