?>
Gestão de Pessoas

 6 dicas para firmar parcerias comerciais em prol dos colaboradores!

Tempo de leitura estimado: 5 min.

Se você quer profissionais motivados trabalhando em sua empresa, já sabe que precisa oferecer benefícios atrativos, além do salário-base. No entanto, em momentos desafiadores em que o orçamento está enxuto, fazer isso não costuma ser fácil. Neste artigo, vamos mostrar como a parceria comercial com outros negócios pode ser uma excelente alternativa.

Você vai entender como as vantagens geradas pelas parcerias se tornam fonte de satisfação para os colaboradores. Além disso, daremos algumas dicas fundamentais para estruturar um plano de benefícios, por meio da assistência mútua entre diferentes empresas. Continue a leitura e confira.

Por que fazer uma parceria comercial na empresa?

A parceria comercial consiste na troca de serviços entre duas empresas de segmentos diferentes. Nesses casos, cada negócio oferece algo interessante para o outro, gerando economia e movimentando o mercado.

É possível fazer uma parceria comercial com diversos objetivos, mas, neste artigo, vamos focar nas colaborações que podem servir de benefícios corporativos para os funcionários. Isso porque um plano de vantagens tem sido cada vez mais necessário para atrair e reter talentos. No entanto, sabemos que nem sempre o orçamento permite a contratação direta de serviços. Felizmente, a sua gestão ainda pode conquistar esses benefícios, por meio das parcerias.

Ao oferecer privilégios às pessoas que atuam em sua empresa, você vai notar que elas se sentirão mais valorizadas e motivadas para fazer um bom trabalho. Isso acontece porque, dessa forma, os profissionais se engajam mais com a marca empregadora e passam a “vestir a camisa” do negócio.

Mais uma consequência positiva é a melhoria do clima organizacional, que acontece à medida que a satisfação dos colaboradores aumenta. O ambiente fica mais leve e propício para ideias inovadoras, que podem trazer maior competitividade de mercado.

Como firmar boas parcerias comerciais?

Que tal descobrir os principais passos que sua gestão deve dar em direção a uma boa e benéfica parceria comercial para os colaboradores? Veja, a seguir, as 6 dicas que separamos.

1. Descubra o que poder ter valor para os colaboradores

A primeira etapa é entender qual tipo de benefício corporativo vai trazer mais satisfação para seus funcionários. Para isso, é importante analisar o perfil dos profissionais, entendendo suas maiores necessidades, o estilo de vida que levam e quais são os seus maiores gastos mensais. Assim, você poderá saber as vantagens que terão mais valor para eles, gerando economia e agregando ao salário.

Também é essencial descobrir qual tipo de serviço pode ser aproveitado por todos, já que uma parceria comercial que não atende a uma parcela dos colaboradores pode gerar insatisfação e reclamações.

Alguns benefícios corporativos são sempre bem-vindos para todos os funcionários, como plano de saúde, cesta básica e cursos de desenvolvimento pessoal e profissional.

2. Foque no aumento da qualidade de vida

É importante ter em mente que os benefícios corporativos devem proporcionar mais qualidade de vida para seus colaboradores. Isso significa que os serviços devem estar ligados à satisfação, lazer, economia e bem-estar no dia a dia.

Um exemplo que ilustra essa relação é a parceria comercial com empresas de transporte corporativo, que levam e buscam funcionários, garantindo maior descanso e menos estresse no trânsito. Outro serviço que gera qualidade de vida é a parceria com clubes de lazer, academias e centros de bem-estar. Ao aproveitar essas vantagens, os profissionais vão cuidar mais da saúde física e mental, tornando-os mais dispostos e produtivos.

3. Busque serviços diferenciados

Se você quer realmente chamar a atenção positiva dos colaboradores, procure também fazer parcerias comerciais com serviços diferenciados, que costumam ser mais caros e, muitas vezes, se tornam pouco acessíveis para os funcionários.

Criar essa ponte, por meio da troca entre empresas, pode agregar ainda mais valor ao pacote de benefícios que sua gestão vai oferecer. Além do feedback positivo dos integrantes do time, as chances de atrair bons talentos com esse diferencial também aumenta.

4. Procure boas empresas que oferecem os serviços

Depois de definir itens que podem integrar o plano de benefícios corporativos, por meio de uma parceria comercial, é hora de conversar com as prestadoras de serviços. Identifique aquelas que têm um bom nome no mercado e são conhecidas pela qualidade. Afinal, o nome do seu negócio estará ligado a elas.

É interessante pesquisar estabelecimentos que estão em locais acessíveis aos seus funcionários, em áreas estratégicas da cidade ou que oferecem serviços nos bairros onde os profissionais moram.

5. Saiba o que a sua empresa pode oferecer na parceria

Um ponto fundamental para essa estratégia dar certo é saber que tipo de valor sua empresa pode oferecer à outra, em uma parceria comercial. Afinal, é necessário que haja um benefício mútuo.

Crie uma proposta de valor, apresentando os produtos ou serviços que seu negócio tem e que podem ser úteis para o outro empreendimento. É importante compreender se a troca de bens terá custos similares para as duas empresas — assim, nenhuma das duas terá prejuízo. Mesmo sendo uma parceria, é essencial estabelecer regras e fazer um contrato.

6. Divulgue os benefícios para os colaboradores

Por fim, depois de firmada a parceria comercial, é hora de comunicar aos funcionários os novos benefícios aos quais eles terão acesso. Divulgar essa iniciativa, de forma eficaz, é fundamental para alcançar os objetivos de motivação e engajamento que sua gestão deseja.

É importante também enfatizar a vontade da empresa em valorizar o trabalho deles e como cada benefício pode ser usado para melhorar a qualidade de vida. Não deixe de incentivar que eles aproveitem as novidades e não se esqueça de explicar todas as regras da política de benefícios corporativos.

Além disso, é interessante ter métricas relacionadas a essas vantagens e acompanhá-las, para descobrir se a estratégia está dando os resultados esperados na produtividade dos times.

Esperamos que este conteúdo tenha ajudado você a perceber como os benefícios corporativos são importantes e como sua gestão pode usar uma parceria comercial para trazer esses privilégios aos colaboradores. Agora, é só seguir nossas dicas e começar a procurar as melhores opções para agradar os profissionais da empresa.

Se você gostou deste artigo, aproveite para compartilhá-lo em suas redes sociais e ajudar outros gestores nesse assunto.

Compartilhe:
escrito por
Renato Xavier
Diretor de Operações e Marketing

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

O papel do RH na pandemia do coronavírus

Baixe o Ebook Não, obrigado