?>
Aprendizado

Entenda como funciona a participação nos lucros e resultados

Tempo de leitura estimado: 5 min.

Aumentar a produtividade e engajar os colaboradores é um desejo em qualquer empresa. Para isso, é importante investir em estratégias como um plano de benefícios atraente. Dentre eles, um dos mais valorizados pelos profissionais atualmente tem sido o programa de participação nos lucros e resultados. Mas você sabe como implementá-lo?

Esse benefício também é conhecido como Participação nos Lucros ou Resultados (PLR) ou Programa de Participação de Resultados (PPR). Na prática, ambos dão um prêmio financeiro depois de um período, de acordo com o atingimento de metas pela empresa.

Por representar um acréscimo importante na remuneração final dos trabalhadores, é uma ótima maneira de atrair e reter talentos. Se sua empresa ainda não tem um programa semelhante, continue lendo esse artigo. Vamos explicar como funciona e como implementar a participação nos lucros e resultados na prática. Boa leitura!

O que é um plano de participação nos lucros e resultados?

Em resumo, a participação nos lucros e resultados consistem em uma divisão percentual do faturamento líquido da empresa com seus funcionários. Dessa forma, o trabalhador recebe um bônus anual de acordo com a sua produtividade, dentro do que foi gerado pelo negócio no período.

Esse valor depende muito do percentual instituído na participação em cada empresa, variando conforme os rendimentos. Ou seja, o quanto o funcionário vai receber está diretamente ligado ao seu resultado individual e os lucros trazidos pelo coletivo. Em algumas empresas, o valor final pode chegar a 2 salários médios do trabalhador.

Esse tipo de benefício atrela a remuneração final dos funcionários aos resultados da empresa, sendo um adicional interessante ao salário fixo. A tendência é que cada colaborador se sinta motivado a ter um melhor rendimento, pois pode faturar mais no fim do período.

Quais as vantagens de adotar na empresa?

As vantagens de se implementar um programa de participação nos lucros e resultados em uma empresa variam muito de uma instituição para outra. Tudo depende da comunicação que é feita com os colaboradores e a percepção que eles tem da organização. Afinal, de nada adianta contarem com esse grande benefício se o clima organizacional não é agradável ou se a empresa não valoriza os profissionais no dia a dia.

De todo modo, entre as principais vantagens, podemos destacar:

  • aumento na satisfação geral dos colaboradores;
  • incentivo ao comprometimento com as metas da organização;
  • melhoria no desempenho e no atendimento a prazos de entrega;
  • valor isento de impostos para o empregador (o empregado tem o imposto de renda recolhido na fonte);
  • melhoria do clima organizacional;
  • motivação para o desenvolvimento de processos mais produtivos;
  • incentivo ao aprimoramento dos produtos ou serviços;
  • retenção de talentos dentro da empresa;
  • redução de custos com a remuneração total, uma vez que o benefício está ligado aos bons resultados.

No entanto, as vantagens da participação nos lucros e resultados só são percebidos se for implementado um programa corretamente. É importante criar uma parceria entre a empresa e os colaboradores e entre eles, uma vez que contribui não apenas com o cumprimento das metas da no negócio, como também aumenta a renda de todos. Dessa forma, é fundamental adotar alguns cuidados.

Como implementar um programa de participação nos lucros e resultados?

Não existe uma regra clara sobre os PLR ou PPR. É importante apenas se atentar à tributação desses valores, pois eles devem ser retidos na fonte, assim como os salários. Ou seja, o imposto é descontado de cada colaborador, percentualmente ao que for recebido por ele.

De todo modo, para que o programa de participação nos lucros e resultados seja eficiente, é bom observar algumas boas práticas, como destacamos a seguir.

Defina objetivos

É fundamental entender o que a empresa pretende oferecer uma participação nos lucros e resultados aos colaboradores. Esse benefício costuma ser comum em empresas que desejam ter profissionais mais experientes, por exemplo, no qual o benefício pode auxiliar em um plano de carreira ou de aposentadoria. Também é interessante para os perfis mais jovens, pois eles tendem a ter uma rotatividade mais alta. Ou seja, a PLR é bastante interessante para reduzir o turnover, podendo contribui substancialmente para a diminuir esse indicador.

Crie um plano de participação

Um plano é a base de um programa de participação. Nele devem ser documentadas todas as regras, os requisitos e os termos para cada colaborador, as porcentagens a serem pagas, entre outras informações. Para criá-lo, é importante contar com especialistas de recursos humanos e gestão de pessoas, gestores e outros profissionais que tenham um papel estratégico na organização. Além disso, é bom ouvir alguns colaboradores de diferentes áreas, para entender como eles veem o benefício.

Divulgue o plano

Como já dissemos, é fundamental que os colaboradores percebam esse benefício como uma grande vantagem. A participação nos lucros não pode ser vista como uma compensação por um salário baixo, por exemplo. Assim, é necessário divulgar a criação do plano, com uma comunicação as intenções da empresa e as principais vantagens para os profissionais. Todas as regras precisam ficar claras, deixando um canal aberto de comunicação para tirar dúvidas em relação ao programa.

Além disso, é importante divulgar a participação nos lucros nos anúncios de vagas dos processos de recrutamento e seleção. Afinal, esse é um benefício interessante e que contribui bastante para atrair os melhores candidatos.

Monitore os resultados

Apesar de ser necessário ter um plano documentado, ele não precisa ser inflexível. Muito pelo contrário, é bom acompanhar a sua efetividade e, se necessário, fazer mudanças ou adaptações.

Para tanto, podem ser feitas pesquisas de satisfação com os colaboradores para entender como eles têm percebido o benefício. Também podem ser monitorados indicadores relativos ao nível de satisfação e de produtividade, e se houve um crescimento nos lucros de um ano para o outro.

Essas são algumas dicas de como implemeentar um programa de participação nos lucros e resultados. É importante desenvolver uma estratégia que faça sentido para a realidade da sua empresa e que, de fato, traga melhorias na produtividade e nos rendimentos do seu negócio. No final, empregadores e trabalhadores, todos saem ganhando.

Conseguimos tirar suas dúvidas sobre a participação nos lucros e resultados? Quer conferir novas dicas de benefícios e melhorias para aumentar o engajamento dos seus colaboradores? Assine nossa newsletter e não perca nenhuma novidade!

Compartilhe:
escrito por
Luciana Xavier

2 respostas para “Entenda como funciona a participação nos lucros e resultados”

  1. Avatar home search disse:

    492767 186585Aw, i thought this was an extremely excellent post. In idea I would like to invest writing in this way moreover – taking time and actual effort to manufacture a extremely very good article but exactly what do I say I procrastinate alot and no means apparently go completed. 643399

  2. 774129 631931Yay google is my world beater assisted me to find this great web site ! . 492341

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Guia dos principais benefícios para oferecer para funcionários

Baixe o Ebook Não, obrigado