?>
Gestão de Negócios

Entenda como fazer o planejamento de benefícios

Tempo de leitura estimado: 5 min.

Iniciamos o ano de 2020 com um desafio para a sua empresa: fazer o planejamento de benefícios dela. Estamos falando do pacote de produtos e serviços que toda organização fornece para os seus funcionários e que serve de importante vantagem competitiva na hora de atrair e reter talentos.

A quantidade e a qualidade dos benefícios que serão cedidos refletem o grau de preocupação que a empresa tem com cada colaborador. Nesse aspecto, é fundamental que você também fique de olho nas possibilidades da sua companhia. Por isso, neste artigo, mostraremos como esse planejamento deve ser feito.

Continue a leitura e entenda como fazer o planejamento de benefícios da sua empresa.

Faça a análise dos riscos e custos

Defina o orçamento que será usado no planejamento. Divida essa quantia entre os benefícios empresariais e os convênios, ou seja, aqueles descontos em produtos e serviços que podem ser obtidos por meio da parceria da sua empresa com outros negócios. Aproveite para considerar somente as opções que se adéquam a realidade da organização.

Verifique também se os benefícios podem ser oferecidos a todos os colaboradores e mantidos a longo prazo.

Pesquise as necessidades dos funcionários

A etapa anterior foi fundamental para que você conseguisse definir o orçamento de acordo com a realidade da empresa. O próximo passo é pesquisar as necessidades que os funcionários têm. Realize pesquisas internas, observe os benefícios oferecidos pelos concorrentes e informe-se sobre as práticas de mercado.

É essencial reunir todas essas informações para fornecer um pacote de benefícios de acordo com a capacidade da organização e as necessidades dos colaboradores.

Defina os benefícios que serão concedidos

Chegou o momento de definir os benefícios que serão concedidos (plano de saúde, odontológico, cesta básica, bolsa de estudos, vale-combustível, participação no lucro, entre outros). Torne esse pacote o mais completo e democrático possível, criando assim a vantagem competitiva para que a sua empresa atraia e retenha talentos.

Nem todo planejamento de benefícios acarreta custos para a empresa, portanto, use a criatividade para encontrar soluções que agradem a todos.

 

Firme parcerias e crie convênios

Além dos benefícios que podem ser fornecidos diretamente pela empresa, existem também aqueles que surgem da parceria com outras organizações. A partir de negociações com elas, passa a ser possível enriquecer o seu planejamento de benefícios. Aposte nessa estratégia para ampliar esse pacote.

O estabelecimento de parcerias e a criação de convênios são bons para todos os envolvidos, pois ajuda a aquecer o mercado.

Acompanhe a utilização e a satisfação dos benefícios

Para ter a certeza de que o seu planejamento de benefícios deu certo, é fundamental que você acompanhe a utilização deles e a satisfação dos funcionários. Peça o feedback deles e considere as críticas e sugestões que serão feitas. Aproveite para fazer os ajustes necessários e investir mais naqueles que estão dando certo.

É papel do RH manter sob controle o plano de benefícios, pois isso ajuda a colaborar com o clima organizacional, deixando-os cada vez mais motivados.

O planejamento de benefícios é uma das ações mais importantes de qualquer organização, pois ajuda a atrair e reter talentos a partir da mudança de percepção que os funcionários têm em relação à empresa.

Se você quiser conhecer as vantagens do fornecimento da cesta básica como benefício, entre em contato com a Cesta Nobre. Estamos preparados para apresentar as nossas soluções e adaptá-las à realidade da sua empresa.

 

Compartilhe:
escrito por
Renato Xavier
Diretor de Operações e Marketing

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Guia dos principais benefícios para oferecer para funcionários

Baixe o Ebook Não, obrigado