?>
Educação Executiva

Precificação de produtos: saiba como fazer corretamente

Tempo de leitura estimado: 5 min.

Saber como fazer a precificação de produtos é fundamental para o desenvolvimento e o crescimento do negócio, já que ela influencia diretamente as vendas, os valores recebidos e os lucros.

Definir os preços corretos evita que você tenha prejuízos por aplicar valores muito baixos ou por não ter muitas vendas. Neste caso, se eles estiverem muito acima do praticado no mercado, os clientes procurarão outras opções.

Pensando nisso, preparamos este conteúdo com algumas dicas essenciais para que você não cometa erros ao definir o preço dos seus produtos. Confira!

Entenda os critérios usados para definir o preço

Uma precificação correta precisa seguir alguns critérios importantes para que seja adequada às expectativas dos gestores e mantenha a saúde financeira da empresa.

Custos relacionados ao produto

Avalie quais são as despesas da empresa relacionadas a determinado produto. Isso engloba todos os custos operacionais: fornecedores, mão de obra, aquisição de equipamentos, energia elétrica, água, entre outros. O preço determinado deve ser suficiente para cobrir esses gastos e ainda garantir que a empresa tenha lucros.

Margem de lucro definida

Qual a margem de lucro desejada? Não existe um valor determinado, pois ele variará de acordo com as demandas da empresa e o plano de negócio. Para defini-la corretamente, você precisará fazer uma análise do mercado, os tipos de produtos ofertados e as práticas da concorrência, a fim de garantir um valor competitivo que garanta o retorno pretendido.

Nicho de mercado

O nicho de mercado deve ser analisado porque, entre outros fatores, ele considera a capacidade financeira do público-alvo. Se, por exemplo, o negócio fica localizado em um bairro popular e quer atender aos moradores do lugar, o preço não pode ser o mesmo praticado em áreas nobres.

Recuperação do investimento

Muitas vezes, a empresa precisa recorrer às promoções para aumentar as vendas de determinado produto e recuperar o investimento realizado, a fim de que possa colocar outros planos em prática. Porém, é comum surgirem dúvidas sobre como definir os valores promocionais.

Aqui, a dica é observar os custos relacionados ao produto para que as vendas não resultem em prejuízos, além de garantir uma margem de lucro que, nesse caso, será inferior ao padrão. Uma prática importante é analisar os preços da concorrência para que a promoção atraia os consumidores.

Conheça os tipos de precificação de produtos

Para aplicar os critérios corretamente, é preciso saber qual o tipo de precificação de produtos que a empresa deseja adotar.

Baseada no custo

Nesse tipo, considera-se os custos fixos, variáveis, diretos e indiretos que devem ser aplicados ao produto. A dificuldade nessa modalidade é que nem sempre as despesas do negócio são claras o suficiente para esse tipo de cálculo.

Baseada na concorrência

Aqui, a empresa faz uma análise dos preços praticados pela concorrência em produtos semelhantes para definir valores. No entanto, negócios menores podem encontrar dificuldades em definir preços competitivos ao considerar as ofertas de grandes empresas.

Baseada na demanda

Quando o preço é baseado na demanda, a definição deve observar o valor percebido pelo cliente, ou seja, quanto ele está disposto a pagar pelo produto. Para isso, é preciso considerar a qualidade do item e do atendimento, a credibilidade da empresa, a procura no mercado etc.

Portanto, antes de fazer a precificação de produtos, é fundamental observar todas as estratégias para avaliar a mais adequada de acordo com o modelo do seu empreendimento. Dessa forma, você garantirá a lucratividade necessária para fomentar o crescimento da sua empresa.

Gostou do conteúdo? Se você quer conhecer mais dicas para garantir o sucesso do seu negócio, aprenda agora como escolher entre o aumento de salário ou a concessão de benefícios para motivar o trabalhador. Boa leitura!

Compartilhe:
escrito por
Renato Xavier
Diretor de Operações e Marketing

Uma resposta para “Precificação de produtos: saiba como fazer corretamente”

  1. […] um trabalho autoral, após se destacar por sua ousadia e senso empreendedor, tornou-se gerente de produto, começando o seu trabalho com uma divisão de negócios não explorada por nenhuma filial da […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

O papel do RH na pandemia do coronavírus

Baixe o Ebook Não, obrigado