?>
Gestão de Pessoas

4 boas práticas para promover a saúde mental no trabalho

Tempo de leitura estimado: 5 min.

Quando pensamos em saúde do trabalhador, logo vem à mente possíveis problemas de segurança na rotina de atuação ou mesmo doenças como obesidade e hipertensão. No entanto, é necessário se atentar também para a saúde mental no trabalho, seus agravantes e formas de cuidado com o capital humano.

O aumento de quadros como o burnout entre profissionais no Brasil mostra que existe uma deficiência no cuidado com a saúde mental nas empresas. Quadros altos de estresse indicam que algo está errado no clima organizacional e na forma de gestão. O resultado são colaboradores menos produtivos e maior índice de absenteísmo e rotatividade.

Que tal descobrir como promover de forma efetiva a saúde mental na sua organização? Continue a leitura e descubra as 4 dicas que separamos.

1. Acompanhar o desempenho dos funcionários e oferecer feedbacks constantes

A proximidade entre líderes e integrantes da equipe é um ótimo caminho para identificar problemas de saúde mental e promover melhorias nesse aspecto. Gestores podem usar diversas ferramentas para acompanhar a performance dos profissionais.

Entre os recursos estão as avaliações de desempenho e a prática de feedbacks. Com eles, o gestor pode entender quais perspectivas cada colaborador tem sobre a liderança, sobre o cargo e sobre a empresa. Além disso, é possível compartilhar com cada profissional as possibilidades de melhoria em sua atuação.

2. Promover uma comunicação interna saudável

A falta de uma comunicação saudável dentro das corporações tem sido uma das grandes causadoras de problemas relacionais que acabam prejudicando a saúde mental dos colaboradores.

Situações como ausência de regras claras, abusos de ordem moral, competitividade excessiva e fofocas causam danos ao clima organizacional. Para a gestão, é essencial estabelecer políticas claras de comunicação, que evitem esses casos e deem voz aos profissionais para que melhorias sejam implementadas.

3. Incentivar a prática de atividades físicas

O estresse da rotina de trabalho muitas vezes é inevitável, com demandas desafiadoras e prazos a serem cumpridos. No entanto, a gestão pode incentivar algumas práticas que podem aliviar essa carga que muitos profissionais sentem carregar. 

As atividades físicas, por exemplo, além de promover a saúde física, também colaboram para a saúde psicológica, com a produção de hormônios de felicidade e bem-estar. Além disso, práticas como a meditação podem ajudar a garantir maior equilíbrio emocional, autoconhecimento e qualidade de vida.

4. Implementar um programa de qualidade de vida

A gestão da empresa pode ser a grande promotora da saúde mental no trabalho e uma das maneiras de fazer isso de forma clara e efetiva é implementando um programa de qualidade de vida. Nesse modelo, a organização mostra comprometimento em cuidar do seu capital humano e valorizar os profissionais.

O programa de qualidade de vida pode abordar aspectos físicos e psicológicos da saúde, criando estratégias de conscientização, oferecendo benefícios corporativos e apoio às necessidades das equipes.

A organização tem um papel central na promoção da saúde mental no trabalho, afinal, cuidar dos colaboradores é valorizar o principal ativo que mantém a empresa funcionando e alcançando bons resultados. Ao proporcionar um bom ambiente interno, a corporação ainda se destaca na atração e na retenção de talentos.

Quer começar a cuidar mais dos seus funcionários? Leia nosso artigo com 6 dicas estratégicas para as ações da gestão.

Compartilhe:
escrito por
Cesta Nobre

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

O papel do RH na pandemia do coronavírus

Baixe o Ebook Não, obrigado