?>
Gestão de Negócios

Ticket refeição pode ser descontado por falta? Confira!

Tempo de leitura estimado: 5 min.

Empresas que desejam reter talentos e manter os colaboradores satisfeitos investem em programas de recompensa. Dentre os muitos benefícios que podem ser concedidos, há o ticket refeição, que facilita a alimentação do funcionário durante a jornada de trabalho.

A concessão do ticket refeição é considerada um diferencial da empresa já no momento de contratação, e torna-se fator motivacional para o time. Mas é preciso ter cuidado para seguir a legislação corretamente e instruir os funcionários sobre a possibilidade do ticket refeição ser descontado por falta. Quer saber como funciona? Leia a seguir!

Quem vai receber ticket refeição?

O empregador não é obrigado a conceder ticket refeição para seus colaboradores. No entanto, por força de convenção coletiva ou contrato de trabalho, ele pode ser oferecido. Ao decidir disponibilizar esse benefício, todos os funcionários passam a ter direito, pois a empresa não pode pagar o ticket para alguns e negá-lo a outros.

Essa regra somente será excedida se o colaborador recursar receber o ticket — o que resultará no cancelamento do benefício. Isso pode acontecer quando o trabalhador achar mais viável levar de casa a própria comida e se alimentar no refeitório da empresa.

Ticket refeição pode ser descontado por falta?

Apesar da concessão do ticket refeição não ser obrigatória, quando ela é feita, precisa ser muito bem analisada e planejada pela empresa. Para isso, é importante levar em conta o valor a ser pago pela organização, de acordo com a sua realidade financeira, e o preço médio dos restaurantes da região.

A partir de então, todos os funcionários que aceitaram o benefício passam a recebê-lo mensalmente. Contudo, existe um contratempo em casos de faltas injustificadas: nessa situação, o colaborador pode sofrer descontos no valor diário de seu ticket refeição no mês seguinte ao da ausência.

Imagine um ticket de refeição de R$30,00 por dia. Caso tenha uma falta injustificada, o colaborador terá o R$30,00 descontado, mas se forem duas faltas injustificadas, o desconto será de R$60,00 no valor mensal, e assim sucessivamente.

Quais as diferenças entre ticket refeição e ticket alimentação?

Ticket de refeição é diferente de ticket alimentação. Isso porque o último é usado para compras mensais de produtos alimentícios em supermercados, padarias e afins. Os produtos são preparados em casa e o funcionário leva suas marmitas para o trabalho. Desse modo, o uso do ticket alimentação restringe-se apenas aos mercados.

Já o ticket refeição é para alimentação diária do colaborador realizada nos intervalos da jornada de trabalho. Esse benefício pode ser utilizado em restaurantes, padarias e lanchonetes. Seu diferencial é a possibilidade de também ser aceito em alguns supermercados, quando o estabelecimento fornece alimentação diária.

Quais os benefícios do ticket refeição para os colaboradores?

Os funcionários só têm a ganhar com a concessão do ticket refeição, principalmente por ser uma complementação da renda. Além disso, o benefício assegura o acesso à alimentação saudável, redução de desnutrição e direito de escolha quanto o local para se alimentar e o que consumir.

É evidente que o ticket refeição é essencial para a motivação e o aumento da produtividade dos funcionários. Por isso, a empresa precisa determinar um valor que garanta a alimentação mensal dos seus colaboradores, evitando, assim, que eles necessitem pagar as refeições com o próprio salário.

Gostou do post? Então compartilhe em suas redes sociais e ajude a manter seus amigos informados!

Compartilhe:
escrito por
Cesta Nobre

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Guia dos principais benefícios para oferecer para funcionários

Baixe o Ebook Não, obrigado